Abertas inscrições do Encceja para privados de liberdade


As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade 2018 estão abertas e vão até o dia 27 de julho. O exame é para as pessoas privadas de liberdade ou que cumprem medidas socioeducativas e não tiveram oportunidade de concluir os estudos na idade apropriada.

As inscrições são feitas pela internet pelo responsável pedagógico das unidades prisionais e socioeducativas. As provas serão aplicadas nos dias 18 e 19 de setembro.

Os participantes que buscam a certificação do ensino fundamental precisam ter, no mínimo, 15 anos completos na data da prova. Quem busca a certificação do ensino médio tem que ter, no mínimo, 18 anos completos.

O exame é dividido em quatro provas objetivas por nível de ensino e uma redação. Cada prova objetiva tem 30 questões de múltipla escolha. Para o ensino fundamental, os participantes serão avaliados nas áreas de ciências naturais, história, geografia, língua portuguesa, língua estrangeira, artes, educação física, redação e matemática. Para o ensino médio, o exame exigirá conhecimento nas áreas de ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e códigos, redação e matemática.

As unidades prisionais e socioeducativas que quiserem aplicar as provas deverão ser indicadas pelos órgãos de administração prisional e socioeducativa e firmar termo de adesão junto ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira entre os dias 9 e 20 de julho.

Encceja: inscrições já estão abertas


Interessado em participar do Encceja desta ano?As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Nacional) já estão abertas. O prazo para fazer a inscrição termina no dia 27 de abril. As provas serão realizadas no dia 5 de agosto. O sistema de inscrição pode ser acessado na página http://enccejanacional.inep.gov.br/encceja/ .

O exame é direcionado aos jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada para cada nível de ensino. Os participantes devem ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental. Quem busca a certificação do ensino médio tem que ter, no mínimo, 18 anos completos na data de realização do exame. A participação é voluntária e gratuita.

Durante a inscrição, o participante deve ficar atento à seleção das áreas de conhecimento. Quem quer o certificado de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio precisa ter proficiência nas quatro áreas do conhecimento e na redação. Mas o participante que já tem alguma declaração parcial de proficiência, obtida em edições passadas do Enem ou do próprio Encceja, fica liberado de fazer a prova da área na qual já tem proficiência comprovada. Na inscrição, o participante também precisa escolher a instituição na qual pretende solicitar a certificação ou a declaração parcial de proficiência.

Os resultados individuais do Encceja permitem a emissão de dois documentos: a certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio, para o participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação, e a declaração parcial de proficiência, para o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas.

Também  serão realizados neste ano o Encceja para quem mora no exterior, para adultos submetidos a penas privativas de liberdade e para adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade.

Encceja: locais das provas podem ser conhecidos a partir de hoje


Os candidatos que vão fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) poderão consultar o local de prova a partir das 14h de hoje, na página do participante. O exame será aplicado no dia 19 de novembro.

Neste ano, 1,5 milhão de pessoas se inscreveram para fazer o Encceja, que é direcionado aos jovens e adultos que não concluíram os estudos em idade própria. Dessas, 301 mil farão provas para o ensino fundamental e 1,2 milhão para o ensino médio. O exame será aplicado em 564 municípios em todos os estados.

Os participantes precisam ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental. Quem busca a certificação do ensino médio tem que ter, no mínimo, 18 anos completos na data de realização do exame.

As provas serão aplicadas pela manhã e à tarde. No turno matutino, os portões abrem às 8h e fecham às 8h45 e as provas serão realizadas das 9h às 13h. No turno vespertino, a abertura dos portões será às 14h30, com fechamento às 15h15 e prova das 15h30 às 20h30.

imagem-alunos-fazendo-prova-2

Os alunos do ensino fundamental vão fazer provas de ciências naturais, história e geografia pela manhã e de língua portuguesa, língua estrangeira, artes, matemática, educação física e redação à tarde. Candidatos do ensino médio vão fazer provas de ciências da natureza e ciências humanas pela manhã e de linguagens e códigos, redação e matemática à tarde.

A partir deste ano, a certificação de conclusão do ensino médio só poderá ser feita por meio do Encceja. Até o ano passado, os estudantes com mais de 18 anos poderiam usar o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para receber o diploma do ensino médio.

O Encceja para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa (Encceja PPL) será aplicado nos dias 21 e 22 de novembro.