As aulas em Vitória retornarão dia 22 de fevereiro


Julia Vitoria

As aulas na capital do Espírito Santo retornará de forma híbrida no dia 22 de fevereiro, na primeira semana o sistema continuará online do que desta vez os professores estarão em sala de aula e os alunos em casa, a partir do dia 1° de Março os estudantes voltarão para o presencial. Contudo mesmo as aulas voltando ao normal, ainda sim terá medidas para não haver contágio, as aulas contarão com um revezamento semanal, gradual e em etapas. Os protocolos de segurança foram feitos junto com a Secretaria de Saúde (Semus), segundo a Secretaria de Educação de Vitória Juliana Rohsner fala que os protocolos foram feitos buscando a segurança dos alunos e profissionais das instituições. 

O revezamento das aulas será feito segundo as normas feitas pela secretaria de educação junto com a secretaria de saúde, e vai funcionar semanalmente com 50% dos alunos presencial e 50% online. O calendário de retorno presencial será assim:

1º de março: retornam às escolas alunos do Ensino Fundamental 2, do 6º ao 9º ano

15 de março: retornam os alunos do Ensino Fundamental 1, do 1º ao 5º ano

29 de março: retornam as turmas de 4 e 5 anos nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis)

Apesar das aulas voltarem sendo presencial o retorno dos alunos nas escolas será facultativo os pais que decidirão se os alunos voltarão ou não para as instituições. A secretaria de educação explicou que fará um teste com o retorno dos alunos maiores para ver como prosseguirá com os pequenos de 0 a 3 anos  enquanto o retorno deles não é confirmado a secretaria ficará responsável por um plataforma unificada que que terá brincadeiras, atividades e dicas semanais. 

Os novos professores receberão um treinamento pedagógico um modelo dinâmico chamado: continuum curricular 2020/2021 que visa a garantia do direito de estudo da criança. A formação para esses jogos profissionais será ofertada de modo online para todos os novos profissionais dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs), a saber: pedagogos, professores da educação básica, professores dinamizadores de Arte e Educação Física e coordenadores de turno do ensino fundamental. Já para os professores que já estavam nas instituições a formação será do dia 3 a 12 de fevereiro e pela primeira vez não será por unidade escolar e sim junto a secretaria de educação, para reforçar os protocolos de segurança.

Todas as escolas do município serão vistoriadas pela Seme antes de começar as aulas, o mês de fevereiro e início de março será para adaptação dos espaços físicos e protocolos de segurança para fazer as alterações necessárias para os espaços escolares. Os equipamentos de proteção individual (EPI´s), como máscaras, protetor facial e jalecos, além de álcool em gel e sabonete líquido, estão em processo de aquisição pela Seme.

Vacinação pode começar ainda nesta segunda no Espírito Santo


Julia Vitoria

Nesta segunda dia 18 de janeiro,  o governador do Estado do Espírito Santo Renato Casagrande viajou para São Paulo num ato simbólico para a entrega das vacinas, e a última frase do governador foi que assim que chegar as vacinas no estado as aplicações começam.

Está previsto para que o estado receba 100 mil doses da coronavac- que foi criada pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Butantan  e teve o uso emergencial aprovado pela Anvisa neste domingo, dia 17 de janeiro.

O governador disse que o plano estadual está pronto. O estado tem agulhas e seringas, preparados para a imunização. No ano passado, foram adquiridos mais de 6 milhões de seringas, para aplicação do primeiro lote da vacina contra o Covid-19.

Vacinação no Espírito Santo

Desde o ano passado, o estado se prepara para vacinar a população em janeiro com devida aprovação. Se as primeiras doses chegarem nesta segunda, o Espírito  Santo pode começar a vacinação antes do previsto pelo Ministério da Saúde, e os municípios da Grande  Vitória já estão preparados.

Em Vitória quem  irá receber as vacinas primeiro serão os idosos, que vivem em instituições de longa permanência e o profissionais da saúde que estão na linha de frente no combate a pandemia. Estes profissionais serão vacinados no próprio local onde trabalham. Assim que chegar mais vacina os idosos com mais de segentabe cinco anos serão vacinados e o agendamento será feito online, o grupo de prioridade da cidade pode chegar a trinta e duas mil pessoas, conforme o processo de vacinação for prosseguindo o município vai estudar postos volantes além de outras estratégias.

Na Serra, os idosos com mais de setenta e cinco anos receberão a vacina em casa, a cidade ainda espera saber a quantidade de doses que receberá para montar um estratégias de vacinação, estão previstas as vacinações pelos drives thrus e agendamento pela internet. Maternidades, escolas, associações comunitárias e hospitais poderão servir como pontos de vacinação.

Já em Cariacica os primeiros vacinados serão os idosos que vivem nas instituições de longa permanência, eles receberão a vacina no local mesmo, o sistema de escalonamento tem previsão de aumentar os horários nas unidades de saúde que serão pontos de vacinação, haverá um site para agendar a vacinação. O município também aguarda para saber a quantidade de doses que receberá para ver se implanta o drive thru e outros métodos de vacinação.

Transcol e o gás de cozinha mais caro


Julia Vitória

O ano mal começou e os reajustes  já estão impactando na vida do capixaba o gás de cozinha, a passagem de ônibus e o pedágio ficará mais caro. A partir de domingo dia 10 a passagem de ônus irá subir de 3,90 para 4,00 tendo um reajuste de 2,56 por cento. Aos domingos os capixabas irão pagar 3,50 ao invés de 3,40 e o aluguel das bijus também subiram o preço de 1,95 para 2,00.

O aumento pode parecer pequeno mas para os capixabas que utilizam o transporte público todos os dias o valor vai pesar no final do mês. Segundo a ceturb o reajuste foi feito para cumprir o contrato de adesão que prevê aumentos anualmente, em determinação do governador do estado o valor ficou abaixo da inflação acumulada que fechou o ano em 4,31 por cento.

O gás de cozinha passou por reajuste nesta quinta dia 7 de janeiro o aumento foi de 6 por cento e já estava em vigor e segue o calor do petróleo no mercado internacional que fechou essa semana em 54,30 dólares o barril no ano passado a alta do GLP foi de 21,9 por cento. A alta afeta tanto o gás de cozinha de treze quilos quanto o GLP a granel vendido usado nas indústrias e comércios. 

Outro valor reajustado é o do pedágio da terceira ponte e da rodovia do Sol. Definidos pela ARSP neste ano, a  tarifa para carros de passeio passou para R$ 2,20 na Terceira Ponte e R$9,40 na Praça Praia Sol (Guarapari).

Os planos de saúde não ficaram de fora, a suspensão dos reajustes  não durou muito tempo e depois de 4 meses a ANS liberou para os planos fazerem os aumentos dos valores dos planos.  A correção dos valores já começará nos boletos de janeiro  tanto nos planos com base no custo tanto para  a modalidade faixa etária o aumento será de 15 por cento.

O novo valor do salário mínimo começou a valer desde o dia primeiro de janeiro anunciado pelo presidente do Brasil o valor subiu de R$1.045 para R$1.100, era para  ter começado no final de  2020, contudo precisou ser aprovado pela Câmara  e pelo senado para ser convertido em lei.  O reajuste será de 5,26 por cento  e afetará aposentadorias, benefícios sociais e abonos salariais. 

Desfile das escolas de samba este ano pode ocorrer em julho


O Carnaval de Vitória pode  ser realizado em julho devido a situação do país.

Julia Vitoria

Para a segurança de todos a proposta está sendo, esperar a vacina para depois ter o carnaval de Vitória. Sem as condições sanitárias desejáveis as agremiações não querem arriscar as vidas dos foliões. Uma proposta para que os desfiles aconteçam somente em julho.

As agremiações que fazem parte da Liga independente  das Escolas de Samba (LIESEGE) e a Liga Independente das Escolas de Samba do Espírito Santo ( LIESES) chegaram a um consenso que os desfiles podem acontecer durante a pandemia.

Edson Neto presidente das duas ligas fala que eles optaram pelo caminho mais seguro, as escolas já estão com os enredos prontos, faltando apenas a parte do barracão, mas que esse trabalho só pode ser feito mediante a vacinação. Ele também fala que é importante ter um prazo para as escolas se organizarem e planejarem.

À data escolhida ainda manteria a tradição de ser uma semana antes do Carnaval do Rio que ocorrerá dos dias 11 e 12 de julho. Contudo no Rio também esperam a imunização da população.  Uma reunião das ligas das escolas e a Prefeitura  de Vitória deve ocorrer semana que vem. A Secretaria Municipal de Cultura contou que o tema carnaval está sendo discutido e analisado  de acordo com a situação do país de modo a garantir a segurança de todos.

O presidente da Escola de Samba Unidos de Jucutuquara, Rogério Sarmento, afirma que primeiro precisa forcar na imunização de todos e só depois pensar nos desfiles. Ele também fala que se houver a vacinação e com o consentimento do governo e recursos financeiro eles fazem um desfile de qualidade em quarenta dias.

O presidente da Mocidade Unidos  da Glória (MUG) declara que a escola tem se planejado para que o desfile ocorra com segurança para os integrantes da escola e o público. Ele também ressalta que para ter um carnaval de qualidade precisa de quatro vertentes: vacinação, financiamento, material e o tempo.

O Carnaval de Vitória seria este ano dos dias 4 a 6, mas devido a pandemia foram adiados, as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Belo Horizonte adiarão  As festividades no mês de julho. 

Dia 1 de julho serão as escolas do Grupo (B) a desfilar. No dia 2 ,as do Grupo (A) e as escolas do Grupo Especial desfilarão no sábado dia 3 de julho. A apresentações s serão por ordem de sorteio.

Agentes promovem ações de fiscalização durante o período de andada do caranguejo-uça


Marcelo Carvalho

Com o início do primeiro período da andada do caranguejo-uça, agentes de fiscalização ambiental de Vitória, Capitania dos Portos, Polícia Federal e técnicos da Secretaria de Meio Ambiente (Semmam) participam nesta quarta-feira (30) de um mutirão de fiscalização no manguezal de Vitória.

Até 5 de janeiro, ficam proibidos captura, manutenção em cativeiro, transporte, beneficiamento, industrialização, armazenamento e comercialização. Também não poderão ser vendidas as partes isoladas do crustáceo, como quelas, pinças, garras ou desfiado provenientes de qualquer origem.

Tem início o período de andada do caranguejo-uça. Foto: divulgação

Os agentes da Semmam farão ações fiscalizadoras em vários pontos da cidade, em dias e horários alternativos. Além da fiscalização por água e terra, também serão monitorados comércios, restaurantes, bares, feiras livres e vendas nas redes sociais.

Segundo informações do secretário da Semmam, Ademir Barbosa Filho, as multas para quem infringir a lei federal 9605/1998 varia de R$ 700 a 100 mil.

Andada

A andada é o período reprodutivo em que os caranguejos machos e fêmeas saem das suas galerias (tocas) e andam pelo manguezal para acasalamento e liberação de ovos.

Segundo a portaria nº019-R de 11/12/19/Seama, serão quatro períodos:

  • 1º período: de 30/12/2020 a 05/01/2021
  • 2º período: 28/01/2021 a 03/02/2021
  • 3º período: 27/02/2021 a 05/03/2021
  • 4º período:. 28/03/2021 a 03/04/2021