Eventos culturais em São Paulo: diversão com entrada gratuita ou preços populares


Andie Carolina

O final de semana chegou e com ele, a vontade de fazer aquele programa diferente, não é mesmo? Mas com toda certeza, o primeiro pensamento que vem à cabeça de muitos neste momento é relacionado aos custos de certos passeios. Afinal, estamos todos em uma fase que toda economia é bem-vinda, portanto, quanto mais acessível o preço de um passeio, melhor. Se você mora em São Paulo ou está turistando pela cidade, continue a ler esse artigo para conhecer as diversas opções de eventos culturais gastando muito pouco ou nada.

E antes de apresentar a lista de espetáculos culturais que acontecem na capital paulista neste final de semana e no decorrer do mês de julho, vale a pena frisar que as opções são muito variadas, para todos os tipos de gosto e pessoas: exposição, música, teatro, feiras, festivais, etc. Ou seja, não importa qual é o seu estilo de entretenimento favorito, com certeza encontrará algo que se encaixe perfeitamente em suas preferências!

Vamos lá?

  • NBA House: se você é fã de basquete, esse passeio é ideal para você. Em comemoração aos 75 anos da NBA, chega à São Paulo um evento exclusivo onde o público poderá assistir os jogais das finais de basquete americano em uma tela digna de cinema, além de se divertir com os mascotes de cada time, exposições sobre a história desta modalidade esportiva e uma área de realidade virtual. Tudo isso acontece dentro do Estacionamento Externo Térreo do Shopping El Dorado, até o dia 19 de junho. Os ingressos podem ser adquiridos a partir de 40,00.
  • Floresta Viva: tem filhos e não sabe o que fazer com eles no final de semana? O espetáculo infantil Floresta Viva é uma excelente opção. A peça teatral com linguagem de bonecos, conta a história de uma abelha e uma formiga que juntas vivem a grande aventura de salvar as árvores, e outros animais após um incêndio na floresta. A obra dirigida por Fábio Ciniatto pode ser assistida aos sábados e domingos no Parque Burle Mark, na Vila Andrade, até o dia 19 de junho. A entrada é GRATUITA.
  • Alexandre Borges (E) e Marcelo Drummond no espetáculo Esperando Godot de Samuel Beckett.
  • Esperando Godot: a peça que conta a história de dois palhaços enfrentando crises existenciais devido à proximidade do fim do mundo, tem no elenco o grande ator Alexandre Borges e a direção do célebre Zé Celso. Em cartaz no Teatro Oficina, no Bixiga, de quinta à sábado e também aos domingos, até o dia 19 de junho, com ingressos que podem ser comprados a partir de 30,00.
  • Peter Pan – O Musical: musical ganhador de 2 Prêmios Reverência e 3 Prêmios Bibi Ferreira, está em cartaz novamente. Contando a clássica história do menino que se recusava a crescer, a obra dirigida por José Possi já foi assistida por aproximadamente 200 mil pessoas ao redor do país. Em São Paulo, você pode curtir o espetáculo no Teatro Alfa, em Santo Amaro, às sextas, aos sábados e domingos, até o dia 31 de julho. Os ingressos podem ser comprados a partir de 50,00.
  • Suturas, Fissuras, Ruínas: a exposição traz 60 obras da artista Adriana Varejão. Um passeio ideal para os amantes das pinturas europeias, ocidentais e barrocas. As peças apresentadas na capital paulista já percorrem o mundo em diversos eventos internacionais. Você pode visitar a exposição até o dia 01 de agosto, todos os dias da semana, exceto às terças-feiras. Com ingressos que custam 20,00 e ENTRADA GRATUITA aos sábados. O evento acontece na Pinoteca na Praça da Luz.

Mas fique ligado! Para entrar nestes e outros eventos, a dica é levar o seu passaporte de vacina contra Covid-19, caso seja necessário a apresentação do documento na entrada. E lembre-se que o uso da máscara de proteção voltou a ser recomendado em locais fechados (todos os públicos) e em locais abertos (grupos de risco). Diversão só é diversão quando priorizamos a nossa saúde! Então, cuide-se!

Andie Carolina é graduada em Publicidade e Propaganda. E, apaixonada por música, séries, televisão e cinema. Instagram: @AndieCarolinaP

Prefeitura de Ilhéus decreta a suspensão do funcionamento de parques, feiras, cinema e teatro


A medida foi tomada para conter o aumento de casos do novo coronavírus

Thais Paim

A Prefeitura de Ilhéus determinou que as atividades de parques de diversão, feiras, cinema e teatro sejam suspensas. A decisão começa a valer a partir desta quarta-feira (16) e será válida até o dia 21 de dezembro deste ano.  

O crescimento do número de casos do novo coronavírus tem sido tema frequente de diversos gestores, já que os dados apontam que diversas regiões estão sofrendo com o aumento de infectados e ocupação de leitos. Visando conter o cenário no município, o decreto estabelece medidas para diminuir aglomerações. 

O documento afirma que os estabelecimentos que descumprirem quaisquer das medidas restritivas de prevenção estarão sujeitos às penalidades previstas no decreto.

As conclusões obtidas pelo Gabinete de Crise indicaram um retorno do aumento de casos da Covid-19 na cidade, de acordo com os boletins diários emitidos pela Secretaria de Saúde (Sesau). O objetivo da medida, segundo informa a Prefeitura, é frear a transmissão da doença na cidade.

Cenário nas praias 

Outra medida adotada pela Prefeitura foi a notificação de 27 vendedores ambulantes e barraqueiros da Praia do Cristo. Segundo a gestão, o objetivo é para conter as aglomerações e melhorar o acesso dos banhistas à baía. 

Foram notificados aqueles que funcionam sem autorização e dado um prazo de 24 horas para que possam se retirar do entorno e da localidade. Além disso, instalações de barracas, mesas, cadeiras, som e a comercialização de bebidas alcóolicas, estão proibidas desde ontem (15). 

A Superintendência de Indústria e Comércio afirmou que nenhum barraqueiro provisório ou vendedor ambulante possui autorização para praticar comércio na Praia do Cristo. O órgão ainda reforçou que a localidade será fiscalizada durante todo o período do verão e alta estação.

Sobre a fiscalização, as atividades estão sendo realizadas pelas equipes de fiscais de posturas, vinculados à Secretaria de Mobilidade e Ordem Pública; fiscais ambientais, da Secretaria de Meio Ambiente; e da Fiscalização de Operações Especiais (FOE), da Secretaria de Serviços Urbanos.