Duas novas séries animadas estão sendo cogitadas para o universo de Game of Thrones


Detalhes sobre as tramas ainda são desconhecidos 

Thais Paim

Para os fãs, uma notícia recente indicou que as produções relacionadas ao universo da série HBO max, Game of Thrones, não estão perto de acabar. O motivo? Além das múltiplas séries live-action da agora franquia do escritor de Crônicas de Gelo e Fogo, George RR Martin, cogita-se que também teremos duas novas animações.

Segundo o The Hollywood Reporter, as produções se unem a um projeto noticiado em janeiro, cujos detalhes ainda são desconhecidos. O que se sabe sobre as novas séries animadas é que uma delas deve ir a um local nunca explorado na série da HBO, O império de Yi Ti, inspirado na China imperial.

Futuro da produção 

Localizado no continente de Essos, Yi Ti é considerado lar de uma das mais avançadas sociedades no mundo criado por Martin, autor das Crônicas de Gelo e Fogo.

Ainda este ano, ganharemos uma série prequel, “Game of Thrones: Casa Targaryen”. As primeiras informações dão conta que a série se passará 300 anos antes dos eventos da saga principal, e vai contar mais sobre a Casa Targaryen. O programa deve ser baseado no derivado dos livros intitulada “Fogo e Sangue” de George RR Martin, o que já nos dá uma ideia do que poderá acontecer na história.

“House of the Dragon” é estrelado por Matt Smith, Olivia Cooke, Emma D’Arcy e Paddy Considine. Com dez episódios, a série será co-criada por Ryan Congal e pelo próprio autor de As Crônicas de Gelo e Fogo, George RR Martin. O primeiro será um dos showrunners da produção, ao lado de Michael Sapochnik.

As animações não possuem previsão de estreia. Quanto ao próximo programa live-action da franquia ‘Game of Thrones’, o prequel ‘Casa Targaryen‘,  deve chegar em algum momento desse ano no HBO max.

Fonte: Sirinerd 

Autor de Game of Thrones fala sobre final da série e revela que ‘as coisas saíram um pouco do controle’


Martin comentou sobre possível diferença no desfecho dos livros

Thais Paim

Quem acompanhou o final da série de Game of Thrones provavelmente sabe de toda polêmica e insatisfação dos fãs. A boa notícia é que o escritor George R. R. Martin revelou que os livros terão um desfecho diferente do que foi apresentado no seriado. 

Durante entrevista para o canal WTTW de Chicago, Martin comentou um pouco sobre os seus planos e disse que não foi planejado que os showrunners fossem muito além dos cinco livros originais lançados. “As coisas saíram um pouco do controle”, afirma.

O autor também se mostrou muito grato pelo sucesso de Game of Thrones nas telinhas e revelou que o desfecho da HBO não era bem o que ele esperava e que, com isso, sente um pesar por não conseguir finalizar a escrita rápido o suficiente.

“Eu já tinha quatro livros publicados. […] E são livros imensos, como você sabe. Eu nunca pensei que eles iriam me alcançar, mas eles conseguiram. Eles me alcançaram e me ultrapassaram e, você sabe, isso tornou tudo um pouco estranho – porque agora, a série estava à minha frente e estava indo em direções bem diferentes”.

Polêmica sobre o fim da série 

Para os fãs, essa explicação parece representar uma boa notícia. O que resta saber é se o final proposto pelo autor será inédito e satisfatório o suficiente para o encerramento da saga.

A produção audiovisual é, provavelmente, a maior série de TV já produzida até hoje. A história é uma adaptação da série de livros As Crônicas de Gelo e Fogo, do escritor americano George R.R. Martin.

A trama se passa em um mundo que em um primeiro momento pode lembrar a Terra-Média de O Senhor dos Anéis, mas logo revela sua verdadeira face.

O continente de Westeros foi governado por 300 anos pelos reis da dinastia Targaryen, uma família vinda das terras distantes da antiga Valyria e famosa pelo domínio de dragões, que estão extintos há pelo menos 1000 anos.

Game of Thrones teve oito temporadas, exibidas originalmente entre 2011 e 2019. Séries derivadas estão em produção no momento.