Google leva processo por monopólio ilegal em buscas e anúncios on-line


A situação do Google pode se complicar daqui para frente. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos entrou com processo contra a mega empresa, acusando-a de manter um monopólio ilegal sobre buscas e anúncios. Trata-se do maior desafio legal do governo americano relacionado a uma empresa de tecnologia em uma década, de acordo com funcionários da agência.

No processo, o governo americano acusa o Google de manter ilegalmente seu monopólio sobre a pesquisa por meio de vários contratos comerciais exclusivos e acordos que impedem a concorrência, disseram os funcionários. que não foram autorizados a falar oficialmente, segundo fontes com conhecimento do assunto.

Tais contratos incluem o pagamento de bilhões de dólares pelo Google à Apple para colocar o mecanismo de pesquisa do Google como padrão para iPhones.

Os criadores do Google Larry Page_e_Sergey Brin
Os criadores do Google Larry Page_e_Sergey Brin. Foto: divulgação

A agência argumentará que o Google, que controla cerca de 80% das consultas de pesquisa nos Estados Unidos, fechou acordos com fabricantes de telefones que usam o sistema operacional Android, da Alphabet, para pré-carregar o mecanismo de pesquisa em seus telefones e dificultar a entrada de mecanismos de pesquisa rivais.Segundo o Departamento de Justiça, ao usar contratos para manter seu monopólio, a competição e a inovação foram prejudicadas.

O processo reflete a resistência contra o poder das maiores corporações do país, especialmente gigantes da tecnologia como Google, Amazon, Facebook e Apple. Conservadores como o presidente Trump e liberais como a senadora Elizabeth Warren têm criticado fortemente a concentração de poder em um grupo restrito de gigantes da tecnologia.

O processo pode se estender por anos e desencadear uma enxurrada de outros processos antitruste apresentados por procuradores-gerais estaduais. Cerca de quatro dezenas de estados e jurisdições conduziram investigações paralelas e devem trazer queixas separadas contra o controle da empresa sobre a tecnologia para publicidade on-line.

 

Parceria entre a Prefeitura de Itabuna e Senai Ilhéus oferece 100 vagas para curso de Assistente Administrativo


Com a chegada do coronavírus no Brasil, a juventude tem papel fundamental, tanto na disseminação de informações verdadeiras, quanto na mudança de comportamento.

Assim, a Secretaria da Assistência Social por meio da Divisão da Juventude realizará a III Semana da Juventude de Itabuna no período de 17 a 22 de agosto de 2020, com o tema norteador “Conectados contra o coronavírus”.

Em tempos de pandemia é preciso se qualificar. Por isso, o SENAI Ilhéus, parceiro do projeto desde 2018, traz para esta edição 02 cursos de qualificação gratuitos na modalidade remota, utilizando a Plataforma MEU SENAI https://meusenai.senai.br/ de aprendizagem com a tecnologia do GOOGLE, com aulas sendo transmitidas ao vivo para a juventude de Itabuna.

As aulas serão ministradas totalmente pela internet, por meio da Plataforma MEU SENAI, de forma síncrona (ao vivo). Para que o aluno acompanhe as aulas (ao vivo) é preciso dispor de computador com acesso à internet e pacote Office.

O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 19 de agosto e a matrícula dos selecionados deverá ser feita no período de 20 a 21 de agosto. A convocação para matrícula obedecerá à classificação geral, por ordem de inscrição, limitada ao número de vagas ofertadas por unidade, curso e turno.

As aulas terão início no dia 24 de agosto de 2020 nos turnos matutino e vespertino. E o processo seletivo acontecerá através do site https://www.even3.com.br/curso_gratuito_senai_itabuna/