Governo da Bahia anuncia realização da fase 3 de testes da vacina Sputnik V


Anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (17)

Thaís Paim

Alguns estados já têm se posicionado sobre a busca e interesse de contratos com empresas que estão produzindo vacinas contra o novo coronavírus. Na manhã desta quinta-feira (17) foi a vez do governador da Bahia, Rui Costa, anunciar que a fase 3 de testes da vacina Sputnik V, produzida pelo governo russo, está confirmada no estado. 

O gestor, que fez o anuncio através das redes sociais, revelou que o martelo sobre o assunto foi batido nesta quarta (16), em reunião do governo baiano com representantes do governo da Rússia e da União Química, empresa brasileira que vai produzir as vacinas no Brasil.

Em paralelo aos testes, necessários para que o imunizante receba certificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a União Química começará, em janeiro, a produção de doses da Sputnik V. 

“Em janeiro a União Química dará início à produção das vacinas para que elas estejam disponíveis assim que a SputnikV for autorizada. Já asseguramos 50 milhões de doses, caso seja necessário fazermos a compra pelo Governo do Estado”, explicou o governador. 

Ainda de acordo com o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, o objetivo é de que a fabricação comece já no próximo dia 5. A meta é que a vacina esteja disponível assim que for autorizada pela agência reguladora. 

A Bahiafarma vai auxiliar na distribuição da vacina para outros estados e pode também disponibilizar sua estrutura para as etapas finais de produção da substância, de acordo com as informações divulgadas pelo governador. 

“Precisamos da vacina e vamos continuar trabalhando incansavelmente para que baianas e baianos sejam imunizados!”, concluiu Costa. 

Sobre a fase 3

Essa semana o laboratório russo Gamaleya revelou que a Sputnik V possui eficácia de 91,4% contra a Covid-19 . O percentual vem dos dados finais da fase 3 de ensaios clínicos.

Foram analisados números de 22.714 voluntários, dos quais 78 apresentaram Covid-19. O laboratório afirmou que destes, 62 faziam parte do grupo de controle, que recebe um placebo no lugar da vacina.

O imunizante também protegeu os voluntários da forma grave da doença em 100% dos casos. Entre os pacientes que receberam o placebo e se infectaram, 20 apresentaram sintomas graves.

Itabuna: Governo do Estado entrega EPI’s e outros equipamentos


A Prefeitura Municipal de Itabuna e o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães receberam doações do Governo do Estado da Bahia para fortalecer o combate ao Novo Coronavírus no município. Essas doações foram possibilitadas após solicitação do Secretário municipal de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, Jorge Vasconcelos ao Secretário Estadual de Planejamento (Seplan), Walter Pinheiro. Dentre os itens recebidos através da Seplan, estão Equipamentos de Proteção Individual – EPI’s e um túnel de desinfecção, destinado ao Hospital de Base.

O túnel de desinfecção é um equipamento produzido pelo Senai Cimatec, que ajuda a reduzir a possibilidade de contaminação dos profissionais de saúde que atuam no combate ao novo coronavírus. O equipamento possui uma estrutura de alumínio, que forma um corredor de 2,5 metros, com uma tubulação que pulveriza hipoclorito de sódio (água sanitária). Ao entrar no túnel, o profissional consegue fazer a desinfecção em torno de 10 segundos.

O HBLEM recebeu ainda 3 bolhas de contenção, 3 mil máscaras TNT, 50 máscaras Shield e 4 caixas com 12 unidade de álcool líquido. Já para a Prefeitura, a Seplan destinou 14 caixas com 15 unidade de álcool líquido, além de 40 mil máscaras de tecido. De acordo com o município, as máscaras serão destinadas à população através de ações e campanhas das secretarias municipais de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, Administração, Saúde e Assistência Social.