Após muitas críticas, HBO Max será refeito do zero para consertar todos as falhas


Usuários ficaram muito insatisfeitos com erros da plataforma

Thais Paim

Apesar de estar no Brasil há dois meses, HBO Max desagradou a quase todos os usuários devido a diversos problemas, de som, imagens e outros, que dificultam bastante a navegação no aplicativo.

Pensando em reverter essa situação, Warner Media confirmou que tanto o aplicativo quanto o site serão refeitos do zero para atender às reclamações dos assinantes e tentar consertar todos os erros de utilização.

Em entrevista à Vulture, o responsável pelo anúncio informou que os problemas deverão começar a ser solucionados ainda nos próximos dias, mas que a reformulação completa deve ser lançada nos próximos meses.

“Vamos substituir todos os aplicativos de TV conectados nos próximos quatro ou cinco meses. Ele será extremamente melhor do que o atual e terá uma interface sofisticada, legal e sexy”, garantiu ele.

HBO Max

O HBO Max é o mais novo serviço de streaming do canal HBO. A plataforma foi anunciada oficialmente em outubro de 2018 e oferece um grande catálogo de filmes e séries para seus assinantes.

Além das próprias atrações do canal e conteúdo original, o catálogo do HBO Max conta com produções da Warner Bros., New Line Cinema, DC Entertainment e dos canais TBS, CW, TNT, Cartoon Network e Adult Swim, entre outros que fazem parte do conglomerado WarnerMedia.

Algumas das  principais atrações do HBO Max são Friends, Um Maluco no Pedaço, Pretty Little Liars e as produções do canal The CW, com destaque para as séries do Arrowverso, como The Flash, Supergirl e Arrow.

Fonte: Ei nerd!

Autor de Game of Thrones fala sobre final da série e revela que ‘as coisas saíram um pouco do controle’


Martin comentou sobre possível diferença no desfecho dos livros

Thais Paim

Quem acompanhou o final da série de Game of Thrones provavelmente sabe de toda polêmica e insatisfação dos fãs. A boa notícia é que o escritor George R. R. Martin revelou que os livros terão um desfecho diferente do que foi apresentado no seriado. 

Durante entrevista para o canal WTTW de Chicago, Martin comentou um pouco sobre os seus planos e disse que não foi planejado que os showrunners fossem muito além dos cinco livros originais lançados. “As coisas saíram um pouco do controle”, afirma.

O autor também se mostrou muito grato pelo sucesso de Game of Thrones nas telinhas e revelou que o desfecho da HBO não era bem o que ele esperava e que, com isso, sente um pesar por não conseguir finalizar a escrita rápido o suficiente.

“Eu já tinha quatro livros publicados. […] E são livros imensos, como você sabe. Eu nunca pensei que eles iriam me alcançar, mas eles conseguiram. Eles me alcançaram e me ultrapassaram e, você sabe, isso tornou tudo um pouco estranho – porque agora, a série estava à minha frente e estava indo em direções bem diferentes”.

Polêmica sobre o fim da série 

Para os fãs, essa explicação parece representar uma boa notícia. O que resta saber é se o final proposto pelo autor será inédito e satisfatório o suficiente para o encerramento da saga.

A produção audiovisual é, provavelmente, a maior série de TV já produzida até hoje. A história é uma adaptação da série de livros As Crônicas de Gelo e Fogo, do escritor americano George R.R. Martin.

A trama se passa em um mundo que em um primeiro momento pode lembrar a Terra-Média de O Senhor dos Anéis, mas logo revela sua verdadeira face.

O continente de Westeros foi governado por 300 anos pelos reis da dinastia Targaryen, uma família vinda das terras distantes da antiga Valyria e famosa pelo domínio de dragões, que estão extintos há pelo menos 1000 anos.

Game of Thrones teve oito temporadas, exibidas originalmente entre 2011 e 2019. Séries derivadas estão em produção no momento.