A nova Mulher Maravilha é brasileira e inspirada em uma atriz cearense


A DC anunciou recentemente que a nova Mulher Maravilha seria brasileira. A personagem se chama Yara Flor e foi inspirada na

Atriz Suyane Moreira, inspiração para a nova Mulher Maravilha. Foto: divulgação.
Atriz Suyane Moreira, inspiração para a nova Mulher Maravilha. Foto: divulgação.

modelo e atriz cearense Suyane Moreira. A informação foi descoberta após o fã Marcus Lucon entrar em contato com autora Joelle Jones via Instagram, em que agradeceu a quadrinista e comentou a semelhança entre Yara Flor e a modelo. A autora, por sua vez, confirmou a comparação: “Isso é bem legal! Na verdade, eu a usei como ponto de referência para o design de Yara!”

Como parte da linha DC Future Slate, a brasileira Yara Flor, da Amazônia, assumirá o manto da heroína. Além disso, ela também se juntará com uma nova versão do Superman, que será o filho de Clark Kent.

A biônica e a maravilhosa


Momento Retrô (2)

Se você é amante das séries clássicas ou nasceu nos anos de 1970 ou de 1980, com certeza deve se recordar de dois seriados que fizeram muito sucesso. São eles: A Mulher Biônica (The Bionic Woman) e Mulher Maravilha (Wonder Woman), estrelados pelas atrizes norte americanas Lindsay Wagner e Lynda Carter.

A Mulher Biônica foi transmitida originalmente de 14 de janeiro de 1976 a 13 de maio de 1978. Foram 58 episódios divididos em três temporadas. A personagem apareceu pela primeira vez em um especial de 2h no seriado O Homem de Seis Milhões de Dólares (The Six Million Dollar Man).

musas
Lindsay Wagner e Lynda Carter      Fotos: divulgação

Na história, a noiva de Steve Austin  (Lee Majors) sofre um acidente e Austin convence seu chefe a colocar os implantes biônicos nela também. Seu corpo rejeita, e ela morre na cirurgia de remoção. No entanto, a personagem caiu no gosto do público, o que fez os produtores a criarem um spin-off só dela. A explicação para seu retorno é que ela ficou em animação suspensa até ter seu corpo recuperado, porém sem memória. Assim a personagem pôde ter liberdade de roteiro, sem necessitar do Steve Austin sempre próximo, o que seria impossível se eles ainda fossem noivos.

Já a Mulher Maravilha foi ao ar, originalmente, de 07 de novembro de 1975 a 11 de setembro de 1979. O número total de episódios foi de 59, divididos em três temporadas. A série protagonizada por Lynda Carter, que obteria imenso sucesso, teve início com um longa piloto (“The New Original Wonder Woman”) baseado na primeira história da personagem, passada durante a II Guerra Mundial, mostrando suas origens na Ilha Paraíso, localizada (porém não-cartografada!) no centro do “Triângulo das Bermudas” e habitada pelas amazonas por milênios. As amazonas, refugiadas ali do patriarcalismo da Antiguidade, conservaram consigo os segredos da imortalidade e poderes divinos.

bionicwomanatual
Lynda e Lindsay atualmente       Foto: divulgação

Ambas as séries fizeram um sucesso estrondoso. E elevando Lynda Carter, que foi ex-Miss América e Lindsay Wagner ao status de estrelas. As atrizes, que se tornaram amigas naquela época, mantém a amizade até hoje. Lynda, com 65 anos, está no seriado Supergirl, interpretando a presidente dos Estados Unidos. Já Lindsay, 67 anos, escreveu alguns livros sobre acupuntura e viaja pelo país fazendo palestras.