Entenda a treta entre Antônia Fontenelle e Klara Castanho


Andie Carolina

Clique aqui para ouvir,

E a Rainha das Polêmicas ataca novamente! É isso mesmo. A atriz, youtuber, influenciadora digital e empresária Antônia Fontenelle se envolveu em mais um escândalo. E tudo começou na última terça-feira (23), quando a loira abriu uma live em seu canal Na Lata, para comentar sobre o caso da menina de 11 anos que teve um aborto legal após abuso sexual negado por uma juíza de Florianópolis.

            Até aí, tudo bem. O problema, no entanto, é que Antônia decidiu comentar sobre uma entrevista do jornalista Léo Dias ao apresentador Danilo Gentili, onde o carioca comentou sobre uma história pesada envolvendo uma atriz da Globo e da Netflix de 21 anos, que havia engravidado, escondido a gestação do público e entregado o bebê para adoção após o nascimento. No entanto, Dias não citou nenhum nome em específico durante sua passagem pelo programa do SBT.

Impulsiva e sem papas na língua, Antônia Fontenelle se envolve em mais uma polêmica. Foto: divulgação

            Como é de costume, Fontenelle decidiu expressar sua opinião também sobre este caso, que segundo ela, chegou em seu conhecimento através de Léo, com quem mantinha uma amizade próxima até então. Sem citar o nome da jovem, a viúva de Marcos Paulo fez comentários agressivos sobre o caso, revelando detalhes bastante íntimos sobre a situação enfrentada pela atriz. E isso foi o suficiente para que uma onda de posts invadissem as redes sociais. Os internautas, claro, começaram a sugerir vários nomes, até que o de Klara Castanho passou a ser o mais cogitado como o personagem principal desta polêmica.

Destruindo a falsa narrativa

            No sábado, veio a confirmação por parte da estrela em suas redes sociais. A artista de fato, afirmou ser a pessoa citada por Léo e Antônia, mas que todo esse episódio trágico em sua vida se deu também após ser vítima de estupro. Sem entrar em detalhes sobre as datas ou nomes de pessoas envolvidas, a eterna Paulinha da novela Amor à Vida publicou uma carta aberta em seu Instagram onde disse ter entregado a criança por não ter condições mentais e emocionais de criá-la após sofrer a violência sexual. E que agora, se sentia novamente violentada, mas desta vez, pela mídia e pelas figuras públicas que revelaram a história, que, até então, era sigilosa. Desde então, a jovem ganhou um apoio massivo nas redes sociais por parte do público e artistas em todo o Brasil.

Maju Coutinho e Poliana Britta abordaram o caso durante o Fantástico. Foto: divulgação

            Mas se engana quem pensa que Antônia se calou após Klara revelar ter sido vítima de um estupro. Sem papas na língua, ela causou revolta na internet ao chamar a escolha de entregar a criança para adoção de “desova de bebês”. A fala da artista deixou até mesmo os seus seguidores indignados e após uma avalanche de críticas, unfollows e publicações de perfis e sites de entretenimento afirmando que não mais publicariam notícias que envolvessem o seu nome, Fontenelle gravou um vídeo afirmando que não sabia do drama enfrentado por Klara. Além disso, ofereceu ajuda para tentar encontrar o homem que violentou a jovem. Mas obviamente, essa “retratação” não agradou em nada aos internautas, que passaram a classificá-la como “oportunista”. Chamada de “subcelebridade” por alguns meios de comunicação, ela bloqueou os comentários em sua rede social.

Tentando mudar o foco

            Para colocar ainda mais lenha na fogueira, no último domingo (26), o programa Fantástico divulgou uma matéria falando do caso, e fez duras críticas à atriz, por ter revelado informações de cunho confidencial. Após a exibição da atração comandada por Maju Coutinho e Poliana Abritta, Antônia voltou às redes sociais para criticar a produção global, afirmando que estão colocando nela, uma culpa que não a pertence, e que deveriam, ao invés de torná-la a vilã da história, tentar encontrar o agressor. A loira fez uma sequência de storys comentando que, inclusive, pedirá ajuda ao jornalista Roberto Cabrini, da Record TV, para tentar solucionar essa questão.

            Mas, como toda polêmica é pouca quando o assunto é Antônia Fontenelle, ela, que é dona de uma ótica e uma linha de cosméticos, afirmou nesta segunda-feira (27), em tom de deboche que, após toda essa repercussão de suas falas sobre Castanho, as vendas de seus produtos aumentaram, o que só multiplicou o seu faturamento. Para ela, apesar de todo esse escândalo, o bom desempenho de seus negócios só demonstra uma coisa: respeito e credibilidade.

            Será? Agora, só nos resta continuar acompanhando para saber qual será o próximo passo das Rainhas das Polêmicas.

Andie Carolina é graduada em Publicidade e Propaganda. E, apaixonada por música, séries, televisão e cinema. Instagram: @AndieCarolinaP

O que esperar da Warner Bros Discovery?


Andie Carolina

Que a televisão sempre foi o maior meio de comunicação e entretenimento ao redor do mundo, todo mundo já sabe. Filmes, novelas, séries, programas de auditório, telejornais, esportes, reality shows, todo tipo de conteúdo tinha o seu público cativo em frente à telinha diariamente. Mas foi-se o tempo em que a televisão aberta ou fechada era o suficiente para informar e divertir a população.

Os anos passaram, as gerações mudaram e hoje, o que domina a preferência de jovens e adultos, são as plataformas de streaming, ou seja, serviços de assinatura onde os usuários encontram os mais diversos tipos de produções, sejam elas originais ou compradas de outras empresas. É evidente que a maior delas, durante um bom período de tempo, foi a Netflix. A poderosa americana caiu no gosto do público e ganhou não apenas milhares de assinantes ao redor do planeta, como também admiradores e fãs de carteirinha de suas produções. Além disso, ela foi a responsável por lançar novos talentos tanto na atuação quanto na produção e direção.

Mas o reinado da “Tudum” se vê cada dia mais ameaçado. Isso porque, novos serviços de streaming foram surgindo ao longo do tempo e também conquistaram o coração do público. A popularidade da Amazon Prime Video, da HBO Max, da Disney Plus, da Star+, da Apple TV e até mesmo da brasileira Globoplay, é inegável. E agora, com a queda no número de assinaturas e até mesmo no valor de suas ações na bolsa de valores, a Netflix tem mais um motivo para se preocupar: o lançamento da Warner Bros Discovery.

Lucro bilionário

A fusão das duas gigantes do entretenimento foi anunciado no dia 11 de abril e causou verdadeiro frenesi na mídia especializada. E também causou um rebuliço entre os membros das duas equipes. Os desdobramentos desta junção resultaram em demissões, realocação de funções e novas contratações. E claro, em muito dinheiro envolvido. É estimado que a nova megaempresa terá um lucro de 3 bilhões já no primeiro ano de suas operações.

Milhões de assinantes

Porém, os executivos da Warner Bros Discovery estão conscientes que a corrida pela audiência contra as plataformas consagradas será bastante acirrada. Isso porque, mesmo em um período de crise, a Netflix conta com 222 milhões de assinantes e a Disney Plus, já conta com 96 milhões de usuários (e esse número tende a crescer cada vez mais). Então, como se igual ou até mesmo passar essas duas empresas no gosto do público?

Segundo o CEO da empresa, David Zaslav, a principal aposta deles serão os conteúdos originais, dentro dos modelos cinematográficos e televisivos (produzidos pela Warner) e os não roteirizados, no melhor estilo vida real (produzidos pela Discovery). A intenção é dar oportunidade para novos escritores que trabalham de forma independente. Além disso, os assinantes do novo serviço de streaming também terão acesso a conteúdos esportivos (como a transmissão das Olimpíadas) e outros voltados gastronomia, casa e decoração, ciências, o mundo animal e conteúdos premium de séries e filmes originais, produzidos pela HBO.

Ou seja, tem tudo mesmo para ser um enorme sucesso! O lançamento oficial da Warner Bros Discovery ocorreu no último dia 18 de maio, em um megaevento no Madison Square Garden, em Nova York.

Andie Carolina é graduada em Publicidade e Propaganda. E, apaixonada por música, séries, televisão e cinema. Instagram: @AndieCarolinaP

Cinco séries de terror para quem ama o gênero


Isabelle Carvalho

Existe uma quantidade enorme de produções de terror nos variados catálogos das plataformas de streaming. Difícil é encontrar um título que realmente seja bom dentre os tantos presentes.

O gênero tem seus fãs, já os filmes e séries que vêm sendo desenvolvidos nos últimos anos… Nem tanto assim. É quase raro achar uma obra interessante e que aborde o horror de forma inteligente e que, de fato, assuste. Por isso, separamos algumas indicações de produções para você que é um amante do terror. Vamos a elas:

Antologias A Maldição da Residência Hill, A Maldição da Mansão Bly e Missa da Meia Noite

As três temporadas, criadas pelo diretor Mike Flanagan, são originais Netflix e o terror funciona como seus planos de fundo. Com roteiro e técnicas impecáveis, as antologias – sem ligações umas com as outras, exceto por alguns atores que aparecem em mais de uma temporada – utilizam o horror como meio para tratar de assuntos bem humanos.

Como vem sendo bastante feito ultimamente por nomes como Ari Aster, Robert Eggers e Jordan Peele, o sobrenatural funciona quase como uma metáfora para retratar temas angustiantes aqui mesmo no mundo terreno. Há fantasmas, monstros e sustos, assim como cenas bem aterrorizantes, mas o que assusta mesmo é a percepção da finitude da vida, a angústia do passar do tempo, a incapacidade de se afastar de um vício, a vida interrompida, a fé cega ou a falta completa dela. Tais assuntos permeiam de maneira belíssima essas três produções. São personagens assombrados por fantasmas que, na maioria das vezes, são memórias.

 

Padre Paul encontra o vampiro. Foto: divulgação

O Exorcista

Uma releitura do clássico filme O Exorcista, a série – original do Prime Video –  não é tão assustadora quanto o filme e talvez seja até um pouco superficial quando comparada com seu referencial. No entanto, ela não deixa de assustar.

O padre Tomás Ortega (Alfonso Herrera) e o padre Marcus Keane (Ben Daniels) encontram-se para lidar com um caso de possessão demoníaca que aflige uma família da comunidade local. Apesar de serem bem diferentes, inclusive nas opiniões, os dois unem forças para enfrentarem essa força sobrenatural. A série é bem feita e conta com cenas bem tenebrosas. 

Marianne

A série francesa tem apenas uma temporada, conta com oito episódios, e foi cancelada pela Netflix após sua exibição. Apesar disso, a produção vale muito a pena, pois é uma das mais assustadoras da atualidade. A obra conta a história de Emma, uma escritora de sucesso que escreve livros de terror.

Suas narrativas, no entanto, foram inspiradas em sua cidade natal, para onde ela retorna e precisa lidar com imagens assustadoras que começam a se revelar memórias. Com personagens interessantes, incluindo a bruxa Marianne, a série é muito bem sucedida em criar uma atmosfera de crescente tensão em um cenário gélido e sombrio. Também conta com cenas bem aterrorizantes e fortes. 

Servant

A série, original da plataforma Apple TV+, não é um terror explícito, está mais para um thriller bastante sombrio e incômodo. Todos os seus aspectos técnicos e de narrativa convergem para criar um perfeito terror psicológico que vai mexer com a sua cabeça.

A produção acompanha o casal Dorothy e Sean Turner que contrata Leanne para ser babá de seu filho. No entanto, o bebê na verdade é um boneco, utilizado para que os dois conseguissem superar um trauma do passado. Com a chegada da babá, acontecimentos estranhos passam a acontecer, criando um mistério que com certeza irá te viciar. 

The Outsider

Quando falamos de terror, é claro que não poderia faltar ele, o mestre do horror: Stephen King. The Outsider – original da HBO – tem apenas uma temporada e foi cancelada.

Apesar disso, seus dez episódios são ótimos e conseguem finalizar o arco da história perfeitamente. Baseada em uma obra de King, a série une o suspense de um crime ao sobrenatural. Ela se passa em uma cidade dos Estados Unidos onde um garoto de onze anos é assassinado. Diante de tantas evidências, o detetive Ralph Anderson prende o treinador de beisebol.

No entanto, ele surpreende-se ao descobrir que o suspeito estava a mais de cem quilômetros de distância de onde o crime teria acontecido. Há um mistério intrigante enaltecido pelos ótimos aspectos técnicos da produção, além de atuações excelentes. 

Isabelle Carvalho é carioca, tem 27 anos, sendo graduada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Também é graduada em Cinema. Além de possuir especialização em Jornalismo Cultural, é apaixonada por cultura, cinema, ciência e atualidades.

Netflix confirma versão mundial do Tudum; saiba mais


Evento está previsto para acontecer dia 25 de setembro 

Thais Paim

Para os fãs da Netflix, a plataforma tem uma boa notícia. Finalmente foi confirmado que o Tudum, evento que reúne novidades sobre as produções originais da plataforma, terá uma versão mundial em 25 de setembro.

Para quem não conhece, o Tudum é um evento mundial para fãs. O encontro terá conteúdos de vários países, incluindo o Brasil, em um palco virtual. O streaming promete revelar novidades exclusivas de mais de 70 títulos.

A transmissão começa às 13h (horário de Brasília), pelos canais da Netflix no YouTube mundialmente, além do Twitter e Twitch. Além disso, no mesmo dia, haverá um pré-show a partir das 10h (horário de Brasília), focados nos animes, no canal Netflix Anime. 

O Brasil será representado por Maisa, que vai apresentar o bloco Mais Brasil na Tela, exibindo com exclusividade as primeiras cenas das séries Maldivas e De Volta aos 15. A plataforma também  divulgou um guia para quem tiver interesse em retransmitir o Tudum na Twitch, afirmando que o foco do evento são os fãs. Confira abaixo todas as obras que vão aparecer no Tudum:

Aggretsuko: Temporada 4 / アグレッシブ烈子

Olhos de Gato / 泣きたい私は猫をかぶる

A Través De Mi Ventana

Alerta Vermelho

Arcane

Black Crab

Big Mouth

Bridgerton

Bright: Alma de Samurai / ブライト: サムライソウル

Cobra Kai

Colin em Preto e Branco

Cowboy Bebop

The Crown

De Volta Aos 15

Departamento de Conspirações

Desejo Sombrio

Não Olhe para Cima

Emily em Paris

Exército de Ladrões: Invasão da Europa

Ferida

A Atriz

Profecia do Inferno / 지옥

Heeramandi

Human Resources

Interceptor

Jogo da Lava

La Casa De Papel

The Old Guard

O Homem das Castanhas

Ozark

Maldivas

My Name / 마이 네임

Novo Mundo / 신세계로부터

Pretty Guardian Sailor Moon Eternal: O Filme / 劇場版美少女戦士セーラームーンEternal: 前編・後編”

Rebelde

Resgate

Ritmo Salvaje

Sandman

Sex Education

O Mar da Tranquilidade / 고요의 바다

Soy Georgina

Stranger Things

Super Crooks / スーパー・クルックス

Ultraman: Temporada 2

The Umbrella Academy

Vikings: Valhalla

Vingança & Castigo

The Witcher

The Witcher: Blood Origin

Young, Famous and African

Fonte: Jovem Nerd 

Netflix confirma previsão de estreia para a 4ª temporada de Stranger Things


Mês e dia de lançamento seguem indefinidos

Thais Paim

Para os fãs de Stranger Things, uma novidade pode aumentar ainda mais as expectativas em torno da produção. O motivo? Após ter seu desenvolvimento confirmado há meses, e com suas filmagens ainda em andamento, a 4ª temporada segue ganhando novidades. E desta vez, o assunto em questão envolve justamente a sua data de lançamento. 

A Netflix postou em suas redes sociais que a estreia dos novos episódios da série Stranger Things está definida para acontecer somente em 2022. O mês em questão, assim como o dia, seguem indefinidos.

Novidades do elenco

A atriz Amybeth McNulty, conhecida por seu papel como a protagonista de Anne With an E, estará no elenco dos novos episódios da série como a intérprete de Vickie. O anúncio da sua participação na série aconteceu no início de junho, justamente através de um vídeo divulgado pela Netflix.

A plataforma e streaming também anunciou outros três nomes ao elenco de Stranger Things 4ª temporada. São eles: Myles Truitt (Raio Negro), Regina Ting Chen (Rainha do Sul) e Grace Van Dien (The Binge), que foram escalados para os papéis de Patrick, Sra. Kelly e Chrissy, respectivamente.

Sobre a 4ª temporada 

Ainda que não tenha uma sinopse oficial revelada pela Netflix, até o momento é de conhecimento que a 4ª temporada de Stranger Things voltará a contar com adições ao seu elenco. Entre eles, Robert Englund (A Hora do Pesadelo), eternizado no cinema como o personagem Freddie Krudger, foi um dos confirmados até o momento.

Outros nomes também anunciados, e com descrições de personagens já reveladas, são  Jamie Campbell Bower (Sweeney Todd), Eduardo Franco (Booksmart), Joseph Quinn (Catherine the Great), Sherman Augustus (Into the Badlands), Mason Due (Bosch), Nikola Djuricko (Legends) e Tom Wlaschiha (Game of Thrones).

O elenco protagonista de Stranger Things é composto por Finn Wolfhard (Mike), Millie Bobby Brown (Eleven), Gaten Matarazzo (Dustin), Caleb McLaughlin (Lucas), Noah Schnapp (Will), David Harbour (Chefe Jim Hooper) e Winona Ryder (Joyce Byers).

As três primeiras temporadas de Stranger Things já estão disponíveis na Netflix. Enquanto isso, a 4ª temporada será lançada em algum momento de 2022.

Fonte: Jornada Geek 

Pensou que acabou? Netflix anuncia 6ª temporada de Lúcifer; confira


Novidade surpreendeu os fãs 

Thais Paim

Para quem a companha Lúcifer e estava triste após o fim da 5ª temporada, a Netflix divulgou uma novidade que vai deixar os fãs bastante empolgados. O motivo? A 6ª temporada da série foi confirmada e já tem data para a estreia. 

Com seu icônico personagem inspirado no Vertigo/DC Comics criado por Neil Gaiman nos quadrinhos de Sandman, a produção provocou grande repercussão e empolgação entre os fãs e está chegando a sua reta final. 

Data de estreia

Lúcifer vai estrear na Netflix em 10 de setembro de 2021. O dia tão esperado pelos fãs foi divulgado na Comic-Con at Home 2021, durante painel especial da série.

As filmagens começaram em 6 de outubro de 2020. Vale lembrar que, anteriormente, a quinta temporada de Lúcifer seria a última. “O diabo nos forçou a isto. Lúcifer retornará para a sexta e última temporada. Será a ÚLTIMA mesmo”, declarou a Netflix, em junho de 2020.

Elenco confirmado 

Além de Tom Ellis como o protagonista, a última temporada de Lúcifer tem outros nomes confirmados. Veja todos abaixo:

Tom Ellis como Lúcifer Morningstar

Lauren German como Chloe

Lesley-Ann Brandt como Maze

Rachael Harris como Linda Martin

Aimee Garcia como Ella Lopez

Kevin Alejandro como Dan Espinoza

Scarlett Estevez como Trixie Espinoza

D.B. Woodside como Amenadiel

Novos episódios 

A Netflix informou que a última temporada contará com 10 episódios, sendo seis a menos que a quinta temporada. Além disso, alguns títulos dos próximos capítulos foram revelados, exceto o último. 

Episódio 1 da 6ª temporada: “Nothing Ever Changes Around Here”

Episódio 2 da 6ª temporada: “Buckets of Baggage”

Episódio 3 da 6ª temporada: “Yabba Dabba Do Me”

Episódio 4 da 6ª temporada: “Pin the Tail on the Baddie”

Episódio 5 da 6ª temporada: “The Murder of Lucifer Morningstar”

No Instagram, o ator Tom Ellis anunciou o fim das filmagens da última temporada de Lúcifer em março de 2021.

“Hoje é o dia. Há seis anos, comecei a jornada com o grupo de pessoas mais incrível, e hoje dizemos um afetuoso adeus uns aos outros. Obrigado a cada membro da equipe que ajudou a trazer a história de Lúcifer à vida. Que jornada!”, escreveu. 

A atriz Lesley-Ann Brandt também agradeceu à toda a equipe de Lucifer e aos fãs: “A família Lucifer cresceu ao longo dos anos e vai além dos estúdios da WB. Inclui as equipes das temporadas 1 e 2 […] Isso cresceu para incluir nossa família da Netflix, que serviu como uma luva quando nos mudamos para finalmente nos estabelecer e expandir nosso mundo para 190 países. Começa na página e termina com tudo o que vocês assistem em tela, mas é preciso de uma família inteira para fazer acontecer.”

Fonte: IGN Brasil 

Mensalidades da Netflix vão ficar mais caras; confira as mudanças


Anúncio tem provocado grande insatisfação entre os usuários 

Thais Paim

A Netflix anunciou que os seus serviços vão ficar mais caros e a notícia tem deixado os usuários bastante insatisfeitos. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (22) e confirma que o valor do serviço será reajustado no Brasil, com as mensalidades podendo chegar a R$ 55,90 dependendo do plano usado pelo usuário. A mudança começou a valer no mesmo dia do anúncio.

Desde 2019, este é o primeiro aumento na tarifa. De acordo com a plataforma, os novos preços são justificados pela quantidade de produções ofertadas e pela grande quantidade de conteúdo original que vem sendo produzido tanto dentro quanto fora do país.

 “Com isso, continuaremos oferecendo os melhores conteúdos, entre filmes e séries, além de uma vasta variedade de gêneros”, explica em nota. “Oferecemos diversos planos, a partir de R$25,90 por mês, para que as pessoas possam escolher um preço dentro de suas necessidades”.

Os novos valores apresentados pela plataforma são:

Plano Básico: R$ 25,90 (antes era de R$ 21,90 — aumento de 18,2%)

Plano Padrão: R$ 39,90 (antes era de R$ 32,90 — aumento de 21,2%)

Plano Premium: R$ 55,90 (antes era de 45,90 — aumento de 21,7%)

Os novos assinantes já pagam esses valores, mas quem já possui uma conta ainda vai levar mais um tempo antes de precisar pagar o reajuste. Nesses casos, um e-mail será enviado informando sobre os novos preços ao longo dos próximos 30 dias e os usuários terão, a partir disso, mais um mês para decidir se mantêm seu plano ou assinatura.

Diferença e peso no bolso 

E o que chama a atenção é que, em alguns casos, o reajuste faz com que a Netflix se torne tão cara quanto assinar mais de um serviço concorrente. No caso do pacote Premium, que garante quatro telas simultâneas e conteúdo em 4K, os R$ 55,90 superam uma assinatura conjunta das rivais Prime Video (R$ 9,90), Disney+ (R$ 27,90) e HBO Max (R$ 13,95), levando em consideração que esta está com uma promoção de lançamento pela metade do preço por tempo indeterminado.

E isso acende mais uma vez o alerta para a bolha dos streamings, que passam a custar uma parcela cada vez maior do orçamento do brasileiro. 

Fonte: Canaltech 

Terminou Sweet Tooth? Veja se série terá 2ª temporada


Carregando um sucesso surpreendente, série da Netflix já provoca dúvidas sobre continuação

Se você tem acompanhado as redes sociais recentemente, provavelmente percebeu que a série Sweet Tooth acabou viralizando e caiu nas graças do público pela sua temática e também fofura dos personagens. Após algumas mudanças e revelação de alguns detalhes do seu desenvolvimento, a produção foi lançada recentemente pela Netflix.

Será que Sweet Tooth terá mesmo 2ª temporada?

Antes de mais nada, é sempre bom lembrar que a maioria dos projetos lançados pela Netflix nos últimos meses não têm status de renovação oficialmente anunciado. Sendo assim, ainda não sabemos se uma 2ª temporada realmente acontecerá.

Se você, assim como muitos, também está ansioso para ter mais informações sobre o futuro dos personagens, temos alguns pontos a serem considerados e que podem satisfazer um pouco a sede de novidades sobre o futuro da produção.

O primeiro deles é que a série vem sendo avaliada como um grande fenômeno da plataforma, chegando a ser comparada como um novo estilo de Stranger Things. Sendo assim, isso é um bom motivo para ter uma continuação.

Além disso, Sweet Tooth atualmente aparece também como um dos destaques da plataforma em diversos países. Ou seja, algo que certamente pode vir a influenciar na definição de um status para definir o futuro da série, já que como citado em muitos artigos isso também acaba sendo extremamente importante para uma renovação.

E as datas de estreia?

Levando em conta o atual cenário relacionado a pandemia de coronavírus (Covid-19), é improvável que uma eventual 2ª temporada de Sweet Tooth acabe contando com algum atraso na sua produção e isso pode deixar os fãs mais felizes.  

Então, é bem provável que uma nova leva de episódios da série baseada nas HQs da DC Comics/Vertigo seguirá um formato de calendário já conhecido dos assinantes da Netflix. A aposta vai para que a 2ª temporada de Sweet Tooth seja lançada no final do primeiro semestre de 2022, ou então em algum momento dos meses seguintes.

Mas, é importante saber que em um cenário menos otimista, talvez isso só acabe acontecendo em 2023.

E o elenco? Como fica?

Assim como aconteceu na primeira temporada, o ator Christian Convery certamente retornará para o elenco de Sweet Tooth como o intérprete de Gus em uma eventual segunda temporada da série na Netflix. Algo que, como é esperado, também deve acontecer com Josh Brolin como o seu narrador.

Confira outros nomes que certamente também estarão no elenco de uma eventual nova temporada da produçã: Nonso Anozie como Jepperd, Stefania LaVie Owen como Bear, Adeel Akhtar como Aditya Singh, Dania Ramirez como Aimee, Aliza Vellani como Rani, e Neil Sandilands como o General Steven Abbot.

De onde veio a inspiração para criar a personagem Lady Whistledown


Julia Vitoria

Os usuários da Netflix e os fãs da autora Julia Quinn ganharam um presentão de Natal. A série de livros mais famosa da autora, ganhou espaço no streaming e fez o maior sucesso, a série Os Bridgetons trás o encanto do século de 19. A série foi bem recebida nos quatro cantos do mundo, os fãs da autora esperaram por muito tempo para que a família bridgerton aparecesse em filme ou série e esse presente foi recebido de braços abertos pelos telespectadores. 

Com oito capítulos a série produzida por Shonda Rhimes, mostra as relações da alta sociedade londrina no século 19, a primeira temporada é uma adaptação do primeiro livro da série: o Duque e eu, com os protagonistas Daphne Bridgerton e Simon Basset, contudo quem rouba a cena muitas vezes é a amada Lady Whistledown, bom amada pelos leitores, odiada pelos personagens. A autora das crônicas da Lady Whistledown trás escândalos e um humor ácido, envolvendo todas as famílias da alta sociedade londrina e até mesmo a rainha. A família bridgerton é considerada perfeita, mas ao se ver vuiva a matriarca e viscondessa Violet, se ver na obrigação de guiar os filhos para a vida adulta e o temido mercado de casamentos da época. Seu primogênito Anthony assume o posto de Visconde. E junto com a mãe eles têm que lidar com uma série de acontecimentos que deixam a vida da família perfeita de cabeça para baixo, alguns deles por causa da Lady Whistledown.

Na época a sociedade se interessava por notícias envolvendo a alta sociedade, e qualquer escândalo envolvendo uma nobre família ou a dama que debutava aquela temporada, ganhava a atenção do público.  Para a historiadora Catherine Curzon, autora de The Daughters of George III: Sisters and Princesses afirma que os leitores podiam acompanhar de perto o que acontecia nos bailes, de roupas e acessórios a outros assuntos diversos. Para ela existiu no século 18 uma autora parecida com a Lady Whistledown, seria Crackenthorpe, conhecida como “a senhora que sabe tudo” ela foi autora anônima por trás de Female Tatler, publicado entre 1709 e 1710. Por meio de um humor ácido ela escrevia seus textos para as mulheres com a intenção de educar, mesmo que fosse pelo humor. A antiga revista Town and Country (de 1769 a 1796) era a mais influente nesse âmbito, o perfil era os escândalos e a revista crescia  cada vez mais. 

Lideraram as manchetes por muito tempo A duquesa de Devonshire, Georgiana Cavendish, e a atriz Elizabeth Farren também mais tarde o

Mary Robinson e seu amante, o príncipe de Gales, mais tarde conhecido como príncipe Regente e, por fim, George IV, também foram alvos da revista. 

Os nomes não eram publicados, em vez disso os escritores usavam códigos para disfarçar as identidades de sujeitos que eram fáceis de ver. Já para quem não tinha dinheiro para comprar a gravura na vitrine tinha sempre um exemplar que trazia as manchetes mais chocantes, isso ajudava a fofoca a se espalhar.

Vai ficar em casa? Veja os melhores filmes em streaming para assistir nesse fim de ano


Seleção promete muita emoção 

Thais Paim

Esse fim de ano promete ser diferente de todos que já vimos e a pandemia do coronavírus e o distanciamento social tem uma parcela bem grande de responsabilidade nisso. 

Então se você é um dos muitos que em 2020 acompanhará a chegada de um novo ano em casa e sem muitos festejos, essa seleção de filmes promete alegrar o seu fim de ano e tornar ainda melhor a experiência no conforto da sua casa. 

Todo o conteúdo selecionado está disponível na NetflixAmazon e Disney +

Veja a lista completa abaixo: 

SOUL

Disponível no Streaming do: Disney +

Diretores: Pete Docter e Kemp Powers

Elenco: Jamie Foxx, Tina Fey, Alice Braga e Angela Bassett.

Soul é o filme mais maduro da Pixar. O estúdio te devastou emocionalmente com filmes sobre aventureiros geriátricos (Up) e brinquedos (Franquia Toy Story) e agora aborda algo um pouco mais intangível: a vida após a morte. Comentários na internet prometem muitas lágrimas durante a animação. 

SOUND OF METAL

Disponível no Streaming da: Amazon Prime Video

Diretor: Darius Marder

Elenco: Riz Ahmed, Olivia Cooke e Paul Raci.

Um dos melhores filmes do ano é Sound of Metal, que está no streaming da Amazon Prime. O drama independente é estrelado por Riz Ahmed como um baterista que repentinamente perde a audição e é forçado a mudar de vida.

A VOZ SUPREMA DO BLUES

Disponível no Streaming da: Netflix

Diretor: George C. Wolfe

Elenco: Viola Davis, Chadwick Boseman, Glynn Turman, Colman Domingo e Michael Potts

A Voz Suprema do Blues conta uma história ocorrida na Chicago de 1927, onde o clima fica tenso quando a pioneira Mãe do Blues se reúne com sua banda em um estúdio de gravação. O filme é baseado na peça teatral de August Wilson.

MANK

Disponível no Streaming da: Netflix

Diretor: David Fincher

Escritor: Jack Fincher

Elenco: Gary Oldman, Amanda Seyfried, Lily Collins, Tom Pelphrey e Charles Dance

David Fincher aborda a Hollywood dos anos 1930 em seu filme original para Netflix. Mank, conta a história tumultuosa de Herman J. Mankiewicz, roteirista da obra-prima icônica de Orson Welles, “Cidadão Kane” e sua luta contra Welles pelo crédito do texto do grandioso longa. 

SMALL AXE

Disponível no Streaming da: Amazon Prime Video

Diretor: Steve McQueen

Elenco: John Boyega, Sheyi Cole, Shaun Parkes, Kenyah Sandy e Letitia Wright.

Small Axe é uma antologia de cinco filmes do diretor Steve McQueen. Cada um dos cinco filmes é baseado em histórias reais de opressão e de orgulho.

MULAN

Disponível no Streaming da: Disney +

Diretora: Niki Caro

Elenco:  Liu Yifei, ‎Donnie Yen‎, ‎Jason Scott Lee e Jet Lee.

Mulan se afasta do conteúdo original para contar uma história mais fiel a lenda. Essas mudanças fazem o longa funcionar como uma releitura da clássica animação, o que pode frustrar alguns fãs. Mas entre os acertos e erros de narrativa o saldo é positivo e deve agradar.