Patricia Abravanel ajuda a baixar o nível do Jogo dos Pontinhos


merendolina

Crítica de TV com Vivi Merendolinna

 

Meus amores estou de volta! Já  estava com muitas saudades de vocês! Bom, muitas coisas rolaram nessas semanas. Algumas sem tanta importância, mas outras merecem destaque aqui na seção. Lembram daquele episódio estranho envolvendo a Patrícia Abravanel e a Helen Ganzaroli. A filha do homem do Baú quis bancar à engraçada mais uma vez, jogando um pedaço de bolo no rosto da morena. A cena foi escrota, ridícula, independente de ter sido uma ‘brincadeira’ armada ou não. E, por falar nisso, aquele Jogo dos Pontinhos já foi interessante. Mas, atualmente, não passa de um amontoado e agressões verbais sem o menor sentido. Chega ser grosseiro. Não se espantem se literalmente o pau cantou entre aquela mulherada como ego inflamado.

Mudando de assunto. A nova trama das 21h, O Outro Lado do Paraíso começou bem, e tem tudo para atingir os índices de audiência similares aos da fantástica Força do Querer. Walcyr Carrasco acertou em cheio ao ambientar a trama no Estado do Tocantins. Estou impressionada com a atuação de Sérgio Guize. O ator está fantástico na pele do problemático Gael, esposo da doce e bela Clara, interpretada por Bianca Bim. Claro que há os famosos clichês, como aquela cena que a personagem Sophia da atriz Marieta Severo pega um maço de dinheiro para subornar a futura noiva do filho. Mas isso não tira o mérito da trama que possui os ingredientes para ser um sucesso. É esperar para ver!

zorro-do-outro-lado-do-paraiso
Foto: reprodução de internet

Patrícia Abravanel está envolvida em outra polêmica


Patrícia Abravanel precisa mesmo se benzer. Envolvida em mais uma polêmica, desta vez muito séria por sinal, a filha de Sílvio Santos vem recebendo uma enxurrada de críticas em suas redes sociais. A apresentadora, mencionada na delação premiada de Ricardo Saud, executivo da J&F Investimentos, holding proprietária da JBS, foi alvo de alfinetadas ao usar a imagem de um versículo da Bíblia após a revelação do seu suposto envolvimento em um jantar, onde teria sido negociada propina para a campanha de Robinson Faria, sogro da apresentadora. Patrícia, então, desativou a opção de comentários em publicações feitas na rede social.

“O diabo também citou a Bíblia pra enganar Jesus”, escreveu uma seguidora no post anterior à censura. “Que vergonha hein! O mesmo Livro que você se esconde te condena!” e “Deus tá vendo você mentindo linda” foram outros comentários feitos por seguidores da apresentadora na publicação bíblica.

patriciaefabio
Patrícia e esposo deputador federal Fábio Faria Fotos: divulgação

 

Relembre o caso

Na delação, Saud afirma que Patricia participou de um jantar na casa de Joesley Batista, sócio da J&F Investimentos, ao lado do então noivo, o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN), com quem se casou no mês passado. Nesse jantar, teria sido negociada propina para a campanha de Robinson Faria (PSD-RN), sogro da apresentadora, que foi eleito governador do Rio Grande do Norte em 2014.

“Foi um jantar muito elegante até. Foi o Fábio Faria com a noiva dele, a Patrícia Abravanel, filha do Silvio Santos. Foi o Robinson Faria com a esposa dele, nós todos com as esposas, tal, para tratar de propina. Até bacana, né? Todo mundo com as esposas para tratar de propina”, disse Saud, em tom irônico.

A JBS irrigou com mais de 500 milhões de reais em propina uma rede de mais de mil políticos, conforme revelam as delações.

Em abril, Patrícia Abravanel já havia sido criticada nas redes sociais quando Fábio Faria apareceu na lista de pedidos de inquérito do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal).

 

Patricia Abravanel fala demais e se complica


Patricia Abravanel, filha de Silvio Santos, voltou a causar e falar besteira. Outro dia, ela disse que não é normal ter relações homoafetivas. Foi detonada nas redes sociais e chamada de preconceituosa.

montagem-diva---patricia-abravanel-como-apresentadora-do-programa-silvio-santos-1438618309542_615x300

Agora criticou africanos e está novamente sendo massacrada.

Ela disse:

“Em países muito místicos, o povo deixa de trabalhar porque fica tão místico, que deixa de fazer as coisas certas para poder chegar num objetivo.

Em países mais racionais, que têm uma fé em Deus, mas que acredita no esforço, no suor, no trabalho, no você ‘se portar’, ter um casamento e ter que cuidar dele, esses países vão mais pra frente.

Então, um exemplo: a África é muito mística, e a gente vê as consequências, e os EUA é mais racional, protestante, onde acredita no suor. Então, eu acho que a gente tem que avaliar nossa crença através dos frutos que elas nos trazem”.

Alguém precisa ajudar essa moça, caso contrário ela vai ganhar um índice de rejeição tão grande que vai ser difícil continuar como apresentadora de TV.

Por sorte, o SBT, emissora que Patty trabalha, é do pai dela

Fonte: Fabiola Reipert