Número de pessoas ocupadas em Pernambuco cresce 8%


Balanço do primeiro trimestre de 2022 mostra criação  de 270 mil  novos postos de trabalho, no comparativo com o mesmo período de 2021

A taxa de desocupação em Pernambuco caiu 4.4 pontos percentuais neste primeiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado, ficando em 17% contra 21,4% de 2021.

O número de pessoas ocupadas em Pernambuco saltou de 3,261 milhões no primeiro trimestre de 2021 para 3,531 milhões nos primeiros três meses desse ano, 270 mil (8%) a mais do que no período semelhante ao do ano passado. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (13) pela PNAD Contínua.


Os dados da PNAD evidenciam, paralelamente, que Pernambuco tinha, neste primeiro trimestre de 2022, 724 mil pessoas na condição de desocupadas, ou seja, menos 164 mil pessoas – uma queda de percentual de 18,5% em relação ao primeiro trimestre de 2021. No contexto de retomada, houve crescimento na ocupação e diminuição no número de desocupados.

O número de pessoas trabalhando por conta própria teve um leve aumento, saindo de 1,069 milhão no primeiro trimestre de 2021 para 1,109 milhão. Já o comércio foi o setor que mais cresceu, saindo de 665 mil pessoas para 734 mil, podendo melhorar com a retomada da economia e o aumento da vacinação. 

As prefeituras sabem do nosso esforço, juntamente com a população. Estamos indo pessoalmente a todos os municípios, analisando o quadro de perto, entregando certificados de cursos de qualificação, como se fosse o primeiro dia da gestão”, disse o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, que cumpria agenda em Buenos Aires nesta sexta-feira ao lado do governador Paulo Câmara