Secretário de Turismo de Maceió faz postagem sobre símbolo do nazismo e gera polêmica no Twitter


Prefeitura anunciou no último dia 18 que Ricardo Santa Ritta foi exonerado do cargo

Thais Paim

A capital do estado de Alagoas acabou virando assunto no Twitter, após o secretário de Turismo, Ricardo Ritta, fazer comentários polêmicos sobre o episódio do jovem expulso de um shopping em Caruaru, em Pernambuco, que usava uma faixa com uma suástica (símbolo nazista) em um dos braços.

Em sua conta no Twitter, Ricardo afirmou: “Hoje descobri que usar qualquer elemento com a “suástica” é crime federal no Brasil. Pensava que a liberdade de expressão permitisse”.

A postagem do secretário, que também é empresário e aliados de políticos alagoanos, provocou grande repercussão e gerou diversas críticas. A polêmica ganhou tamanha proporção que o assunto acabou indo parar nos assuntos mais falados da rede social.

Repercussão e posicionamento

Mesmo após Ricardo ter apagado sua conta do Twitter, onde havia sido feita a postagem, os efeitos do seu posicionamento já tinham ganhado repercussão nacional. No último dia 18, a Prefeitura de Maceió decidiu exonerar o secretário.

A exoneração foi comunicada pela Prefeitura de Maceió por meio do Twitter, horas após a polêmica, que começou na noite da última quinta-feira (17), dia em que um jovem foi expulso de um shopping em Caruaru-PE, por estar usando a suástica, o que é crime no Brasil.

Políticos e personalidades públicas também comentaram sobre sua opinião e demonstraram indignação com o posicionamento do ex-secretário. Esse foi o caso da deputada estadual Cibele Moura, que afirmou:

“Com todo respeito que te tenho, não poderia deixar de dizer o quão assustadora é sua fala, Secretário. Defendo a liberdade como bandeira de vida e essa mesma liberdade é atingida diretamente pelo nazismo. Dessa vez você errou feio”, comentou a parlamentar.