Vitória da Conquista: projeto literário tem despertado interesse pela leitura


Eis o lema da Escola Municipal Profª. Ita David de Castro: “Os livros nos fazem viajar por onde nossos pés não podem nos levar”. Por conta disso, em 2005, a equipe da Sala de Leitura, em parceria com a coordenação pedagógica da escola, criou o Projeto Literário: “O conto, o canto e o encanto da leitura”.

Durante o ano letivo, o projeto é dividido em duas partes: no primeiro semestre, as agentes de leitura trabalham o encantamento das crianças com o mundo literário. Já no segundo semestre, os alunos desenvolvem atividades para mostrar o que aprenderam com os livros. São realizadas dramatizações, contação de histórias ao ar livre, olimpíadas de leitura e biblioteca itinerante.

O projeto tem obtido resultados positivos. Mesmo depois de sair da escola, muitos alunos continuam fazendo empréstimos dos livros, por meio das carteirinhas da Sala de Leitura. Entre alunos da escola e ex-alunos, já são mais de 400 crianças aptas a levarem os livros para casa.

projetoliterario2

Segundo uma das idealizadoras do projeto, Laura Chaves, o Projeto Literário trabalha assuntos atuais e temas relacionados ao que é aprendido na sala de aula. “Trabalhamos integrados com o projeto pedagógico da escola. É um projeto que vale a pena porque as crianças ficam encantadas com a leitura e aprendem sobre coisas sérias de forma prazerosa. Recentemente, falamos sobre bullyinge, agora, estamos trabalhando sobre os valores. Além disso, vamos comemorar o Dia do Meio Ambiente com contação de histórias sobre a natureza”.

A agente de leitura Daiany Félix, salientou que a Sala de Leitura tem sido um atrativo para o mundo literário. “A leitura tem papel transformador, desenvolve o cognitivo, amplia o conhecimento e o vocabulário e influencia o modo de agir e pensar das crianças. A partir dela, a criança vai formando a própria opinião, transformando a sua realidade e também o mundo que a cerca”.

Ítalo Neves tem apenas cinco anos e já é apaixonado pelos livros. “Adoro o livro do leão e o dos cachorrinhos. Eu venho sempre para ler e para ver os livros”.

Daniel de Oliveira, de quatro anos, também aprova o espaço de leitura. “Eu gosto muito daqui. Leio e me divirto com as histórias dos livros”.

Olimpíadas de Leitura – As Olimpíadas acontecem no segundo semestre e premiam o aluno, o professor e a turma mais assídua na leitura. Forte candidata a ganhar o prêmio em 2016, por incentivar a turma à leitura, a professora Maria de Fátima destaca a importância dos livros. “Ensino crianças com quatro anos, e nessa fase é muito importante despertar e desenvolver o encantamento pela leitura. Por meio do lúdico e do faz de conta, as histórias se tornam vivas para eles. O resultado disso é que eles aprendem valores com exemplos tirados dos livros”.