Você sabia? Usuários vão poder comprovar vacina de covid-19 com aplicativo; confira


Token digital estará disponível para usuários do app Wallet da Apple

Thais Paim

Uma novidade tem ganhado visibilidade na internet nos últimos dias. O motivo? A informação de que as pessoas que tomarem a vacina contra o novo coronavírus poderão ser notificadas digitalmente e arquivar informação, caso seja necessário comprovar sua imunização. 

Mas, apesar de se apresentar como algo bastante prático, essa nova funcionalidade só está disponível para as pessoas que moram no condado de Los Angeles, nos Estados Unidos, com suas 88 cidades incorporadas. 

Segundo o site Bloomberg, as pessoas poderão acessar esse conteúdo através do aplicativo Wallet da Apple. 

O novo token digital, fornecido pela empresa de software Healthvana, além de lembrar os pacientes de tomarem sua segunda dose da vacina, no futuro também irá funcionar como uma carteirinha de vacinação digital, ou seja, será como um comprovante e poderá dar acesso a eventos, salas de espetáculos ou voos de companhias aéreas.

Criada em Los Angeles no final de 2014, a Healthvana é uma startup para executar uma plataforma de software que fornece resultados de testes para pacientes com HIV e doenças sexualmente transmissíveis. Com o cenário de pandemia, a empresa adaptou seu ambiente virtual para entregar resultados do teste covid-19 aos pacientes.

Privacidade dos dados e dinâmica 

A diretora de controle de doenças evitáveis do Departamento de Saúde Pública do condado, Claire Jarashow, explicou que a contratação da startup é uma tentativa de solucionar uma das principais questões em países que já iniciaram a etapa de vacinação, que é a segunda dose.

A intenção é trazer para perto das pessoas a facilidade em lembrar de tomar a segunda dose e garantir a eficácia da imunização. “Simplesmente não temos capacidade para atender a centenas de solicitações de prontuários médicos para localizar as primeiras doses das pessoas e quando elas deverão tomar a segunda”, explicou Jarashow.

Ao comentar sobre o ato de fornecer acesso às informações de saúde confidenciais dos pacientes, a diretora afirmou que a Healthvana armazena todos os dados de acordo com o HIPAA (Health Insurance Portability and Accountability Act), protocolo de segurança adotado por todas as instituições de saúde dos EUA.

O CEO da Healthvana, Ramin Bastani, afirmou ao Bloomberg que o dispositivo implantado na Apple Wallet poderá também ser utilizado na plataforma da Google, e será útil para comprovar o status de vacinação em locais onde ele for exigido.