Itabuna: meta é vacinar mais de 11 mil crianças contra pólio


Já está tudo pronto para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Pólio e Sarampo em Itabuna. A equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde, estudantes de Curso de Enfermagem, além de outros voluntários já estão mobilizados para iniciar a imunização em crianças com idade entre 12 meses e menores de cinco anos, a partir da próxima segunda-feira (6), em todas as unidades de saúde do município.

Executada pela Secretaria de Saúde de Itabuna por meio da Rede de Frio, a campanha de vacinação que tem 18 de agosto como o Dia D de imunização, está sendo antecipada no município e se estenderá até o dia 31 deste mês, para garantir que todas as crianças consideradas público alvo, sejam imunizadas.

Todas as unidades de saúde atenderão durante o período da campanha, das 07h30min às 17 horas, de segunda a sexta-feira, a exceção do dia 18 (sábado, Dia D da campanha nacional) que funcionará durante todo o dia. É importante que os pais ou responsáveis levem o cartão de vacinação da criança, como lembra a coordenadora da Rede de Frio, Camila Silva Brito.

Segundo ela, o município pretende imunizar 11.360 crianças contra a poliomielite e a tríplice viral que incluem sarampo, rubéola e caxumba, visando atingir a meta do Ministério da Saúde que é de 95% das crianças dessa faixa etária. Camila informa ainda que nesse período não será realizada vacinação para adultos. “Nossa prioridade no momento é atender nosso público infantil contra doenças que podem ser evitadas por meio da vacina”, frisou.

Ilhéus: Dia de Cooperar leva serviços de saúde, educação e cidadania


As cooperativas baianas estão mobilizadas para realizar o programa Dia de Cooperar – também conhecido como Dia C. No primeiro sábado de julho (dia 1/7), voluntários da Cooperativa Uniodonto Ilhéus celebrarão o Dia C no Instituto Nossa Senhora da Aurora, no Bairro Novo Ilhéus, no município de Ilhéus, das 9h às 13h, com a promoção de serviços de saúde, educação, cidadania, entre outros.

O grande desafio do Dia C é estimular o desenvolvimento de projetos contínuos que possam gerar benefícios constantes para as localidades onde as cooperativas estão inseridas. Para isto, o programa busca abraçar integralmente os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), no intuito de alcançar as 169 metas e, assim, tornar o mundo um lugar mais justo e menos desigual, até 2030.

Na Bahia, as cooperativas, com o trabalho consolidado, possuem a meta de somar voluntários para beneficiar não apenas a capital, mas as comunidades de todo o estado. “As cooperativas estão preocupadas com o legado que vão deixar para as próximas gerações. E, com este programa, podem oferecer voluntariamente sua contribuição para as comunidades em que estão inseridas por meio da promoção de iniciativas que beneficiam milhares de pessoas em todo o país”, afirma CergioTecchio, presidente do Sistema OCEB.

Dia C 2016 Foto: Itavi Albuquerque
Dia C 2016 Foto: Itavi Albuquerque

Dia C em números

Na trajetória do Dia de Cooperar, os últimos anos foram cruciais para transformar o Dia C em um grande programa nacional capaz de promover iniciativas socioambientais e transformar realidades em todo o país.

Os números não nos deixam mentir sobre a efetividade do Dia C. Em 2016, 1278 cooperativas desenvolveram 1.180 projetos com a mobilização de mais de 86 mil voluntários. Essas atividades foram realizadas em 777 cidades espalhadas por todos os estados e no Distrito Federal. Este ano, a meta é beneficiar mais de um milhão de pessoas através dos projetos contínuos. Na Bahia, o Sistema OCEB mobilizou 45 cooperativas, que empreenderam 44 projetos de voluntariado ao envolver 2749 voluntários. Com isso, 20 mil pessoas, em 35 municípios do Estado foram beneficiadas.

Serviço: Dia C na Bahia

Local: Instituto Nossa Senhora da Aurora, Rua da Frente, número 325, Bairro Nova Ilhéus, Ilhéus-BA

Data: 1 de julho

Horário: 9h às 13h