Julgamento sobre Moro é adiado


A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) adiou nesta segunda-feira, 24, o julgamento sobre a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, no processo que levou à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no caso do triplex do Guarujá. A análise estava prevista para esta terça-feira, 25, mas o ministro Gilmar Mendes, que interrompeu o julgamento em dezembro com um pedido de vista – mais tempo para avaliar -, avisou que não apresentaria seu voto. Com isso, o pedido da defesa de Lula para declarar Moro parcial deve voltar à pauta apenas a partir de agosto, após o recesso do Judiciário.

Mesmo assim, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo, não está descartada a possibilidade de os ministros discutirem conceder prisão domiciliar para o petista por meio de um habeas corpus de ofício, ou seja, sem que haja um pedido específico. Advogados ouvidos pela reportagem afirmam que a medida é possível, mas que seria inusitada, uma vez que o assunto não está mais na pauta oficialmente. A Segunda Turma, no entanto, já concedeu habeas corpus de ofício para suspender a execução da pena do ex-ministro José Dirceu, em agosto do ano passado.

A defesa de Lula acusa o ex-juiz da Lava Jato de “parcialidade” e de agir com “motivação política” ao condená-lo no caso do triplex e assumir depois um cargo no primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro. Os defensores pediram para que o julgamento seja mantido para esta terça.

Itabuna: Novo Mais Educação inicia em julho


A Secretaria Municipal da Educação de Itabuna (SME) inicia no ano letivo de 2019, através do Departamento de Educação Básica (DEB), o processo para oferta da escola em tempo integral, com o Programa Novo Mais Educação (PNME). Inicialmente, o programa estará inserido em cinco escolas, beneficiando cerca 600 estudantes do Ensino Fundamental (Anos Finais).

Segundo a secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Gonçalves, “este direcionamento do atendimento aos anos finais faz parte da proposta de fortalecimento da identidade dos alunos e elevação dos índices de aprendizagem deste segmento, aproveitando uma iniciativa do Governo Federal”, pontuou.

Com o início do PNME previsto para 3 de julho, os alunos beneficiados permanecerão nas unidades escolares por sete horas diárias, de segunda a sexta-feira, quando participarão das aulas regulares em um turno e, no outro, das cinco oficinas ofertadas e distribuídas da seguinte forma: duas obrigatórias (Língua Portuguesa e Matemática); e três de livre escolha (entre as de Arte, Cultura, Esporte e Tecnologia).

As oficinas serão ministradas por monitores voluntários que participaram do processo seletivo específico para o PNME, realizado em março de 2018 pela SME. Para as escolas que começarão o programa e ainda não dispõem os monitores, a coordenação do PNME no município continuará com convocação dos selecionados em 2018. Contudo, será organizado um cadastro reserva para eventuais necessidades, com análise de currículo e entrevista. Os interessados devem entregar seus currículos no DEB/SME, que funciona no Centro Administrativo Firmino Alves (Prefeitura de Itabuna), na Avenida Princesa Isabel, 678 – Bairro São Caetano. O DEB receberá os currículos nos dias 19 de junho (próxima quarta-feira) e 25 de junho (terça-feira), no horário das 09h às 15h.

Brasil deixa de liderar ranking das melhores universidades da América Latina


Pela primeira vez, o Brasil não lidera o ranking das mais prestigiadas instituições de ensino superior da América Latina. A PUC do Chile alcançou o primeiro lugar da classificação, que nos últimos anos foi ocupado pela Universidade de São Paulo (USP) e Universidade de Campinas (Unicamp). O ranking de reputação acadêmica da revista britânica Times Higher Education (THE) foi publicado nesta terça-feira, 18.

A PUC do Chile alcançou o primeiro lugar, depois de três anos na terceira posição. Segundo o relatório da revista, as universidades chilenas melhoraram a pontuação por ter investido no quadro de professores.

A USP permaneceu no segundo lugar e a Unicamp caiu da primeira para a terceira posição. No entanto, o relatório destaca que as duas instituições tiveram melhora na pontuação, mas não o suficiente para manter o status anterior. Ou seja, a PUC do Chile apresentou uma melhora mais rápida e forte que as instituições brasileiras.

Das 150 instituições da América Latina que aparecem no ranking, 52 são brasileiras – país com maior número de universidades classificadas. “No entanto, o maior País da região não ocupa mais o primeiro posto”, destaca o relatório. Além das duas já citadas, o brasil tem outras quatro universidades no top 10: PUC Rio, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Estadual de São Paulo (Unesp).

Apesar de ainda manter posição de destaque na classificação regional, 13 importantes universidades brasileiras tiveram queda de posição no último ano, como a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), do Rio de Janeiro (UFRJ), da Bahia (UFBA), de São Carlos (UFSCar), entre outras.

“Esta instituição [Unicamp, que perdeu o primeiro lugar], bem como várias outras brasileiras, teve menor pontuação por impacto de citações este ano, o que sugere que o país deve dar mais atenção à qualidade da pesquisa para evitar queda maior no futuro”, diz o relatório.

Há ao menos dois anos, a THE alerta o Brasil para maior e melhores investimentos em ensino e pesquisa. Na edição anterior, o relatório dizia que “apesar do domínio regional contínuo, a situação econômica brasileira coloca o sistema de ensino superior em posição precária”.

A avaliação do THE utiliza informações como número de citações em pesquisa, o nível de internacionalização, o grau de titulação dos professores, a transferência de conhecimento para a sociedade e outros aspectos.

Veja o ranking com as 10 primeiras abaixo e a tabela completa no site da THE.

1º – PUC do Chile

2º – USP

3º – Unicamp

4º – PUC-Rio

5º – Instituto de Tecnologia de Monterrey (México)

6º – Unifesp

7º – Universidade do Chile

8º – UFMG

9º – Universidade dos Andes (Colômbia)

10º – Unesp

Moro teria blindado FHC afirma mensagem vazada pelo Intercept


Uma nova leva de mensagens envolvendo o Ministro Sérgio Moro e a Operação Lava Jato. O site The Intercept divulgou, hoje, 18/06, mais um trecho das possíveis conversas entre Moro, então juiz Lava Jato e hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, e procuradores da Força-Tarefa, especialmente o coordenador do grupo em Curitiba, Deltan Dallagnol.

De acordo com o veículo on-line, Moro chegou a repreender Dallagnol por dar andamento a uma investigação contra o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). O procurador fala em “passar recado de imparcialidade” no trecho atribuído pelo The Intercept, e o juiz discorda: “Ah, nâo sei. Acho questionável pois melindra alguém cujo apoio é importante”.Justiça

Segundo Intercept, “à época, a Lava Jato vinha sofrendo uma série de ataques, sobretudo de petistas e outros grupos de esquerda, que a acusavam de ser seletiva e de poupar políticos do PSDB. As discussões haviam sido inflamadas meses antes, quando o então juiz Moro aparecera sorrindo em um evento público ao lado de Aécio Neves e Michel Temer, apesar das acusações pendentes de corrupção contra ambos”.

As primeiras mensagens divulgadas pelo site The Intercept, na noite do dia 9 de junho, mostraram a suposta interferência do então juiz da Operação Lava Jato, Sergio Moro, nas investigações da força-tarefa. O atual ministro da Justiça e Dallagnol teriam trocado colaborações durante as investigações.

Dallagnol terá que se explicar ao Senado


A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou por unanimidade um requerimento do senador Angelo Coronel (PSD-BA) para convidar o procurador Deltan Dallagnol, do Ministério Público Federal, para prestar esclarecimentos sobre as conversas em que ele recebe orientações do ex-juiz Sergio Moro no âmbito da operação Lava Jato. A data da depoimento ainda será marcada.

Já o ministro da Justiça Sérgio Moro vai ao Senado, na próxima quarta-feira para se explicar sobre os diálogos divulgados pelo site The Intercept Brasil em que ele conversa com Dallagnol sobre a operação. Em um dos trechos, o ex-juiz indica uma testemunha “aparentemente disposta” a falar sobre imóveis relacionados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Senadores querem anular decisão do STF sobre homofobia


Tudo indica que parte do Senado não ficou nada satisfeito com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de enquadrar a homofobia e a transfobia como racismo. Senadores se movimentam para tentar anular o julgamento. Parlamentares reagiram ao julgamento do STF, que avaliou omissão do Congresso por não ter aprovado até hoje uma lei sobre o tema.

Aliado do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o senador Marcos Rogério (DEM-RO) protocolou um projeto de decreto legislativo para derrubar os efeitos da decisão do STF. O argumento do parlamentar não é contra o mérito do julgamento, mas contra o papel de o Supremo “legislar” enquanto o Parlamento discute o tema.

A proposta foi encaminhada para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. Para que um decreto seja anulado pelo Congresso, um projeto como esse precisa passar pelo Senado e pela Câmara.

Um projeto que enquadra a discriminação por orientação sexual ou de identidade de gênero ao crime de racismo está pendente de votação na CCJ do Senado e, depois do colegiado, deverá seguir diretamente para a Câmara dos Deputados. O Senado chegou a encaminhar um parecer ao STF para informar a aprovação da proposta na CCJ. Outra votação, no entanto, deve ser feita no colegiado por emendas terem sido apresentadas.

Morre atriz mexicana Edith Gonzáles


As novelas mexicanas perderam uma de suas grandes atrizes.  Edith Gonzáles morreu, nesta quinta-feira (13), no México. A informação veio do programa “Hoy”, do canal estrangeiro Televisa. De acordo com as informações divulgadas, a famosa lutava contra um câncer de ovário. Ela estava internada, mas apresentou pioras na saúde nos últimos dias.

Edith foi bailarina e atuou na TV e no cinema. Ela participou de diversas novelas que foram exibidas no Brasil pelo SBT. Dentre elas, “Os Ricos Também Choram”, “Coração Selvagem” e “Jamais Te Esquecerei”. Conhecida também entre o público jovem, Edith ainda esteve no elenco de “Camaleões”. Também foi a estrela da novela colombiana Dona Bárbara apresentada na CNT.

Telegram se defende das acusações de Moro


Um dos maiores escândalos recentes foi o vazamento de conversas do ministro da Justiça envolve o ministro Sérgio Moro e o Procurador da República Deltan Dallagnol. Moro afirma que houve hackeamento da sua conta . Já o Telegram, nega essa possibilidade.

A conversa foi feita pelo Telegram, um dos apps mensageiros mais usados especialmente pelo nível de segurança e privacidade. Em entrevista, Moro e Dallagnol se posicionam como “vítimas de ataque hacker”, meio pelo qual o jornal poderia ter tido acesso às informações.

O programa é russo e se sobrepõe aos demais pelo seu nível de segurança. As mensagens são criptografadas, o que quer dizer que, mesmo que sejam interceptadas, não é possível decodificá-las para compreensão.

Como o sistema tem criptografia de ponta a ponta, apenas remetente e destinatário contam com a “chave” para decodificar a mensagem. Com isso, ambos levantaram a suspeita de que hackers teriam quebrado essa chave para acessar as mensagens.

Gilmar Mendes defende que prova obtida de forma ilegal pode ser usada


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes se posicionou, hoje (11/06) em relação aos vazamentos pelo site Intercept Brasil. Segundo Mendes, o fato das informações serem obtidas de forma ilícita, não necessariamente, anula provas que venham a ser produzidas a partir deles.

De acordo com o ministro, o caso deve ser analisado para entender a validade das provas. “Não necessariamente (anula). Porque se amanhã (alguém) tiver sido alvo de uma condenação por exemplo por assassinato, e aí se descobrir por uma prova ilegal que ela não é autor do crime, se diz que em geral essa prova é válida”, destacou.
O Ministério Público Federal no Paraná afirma que o celular do ex-juiz Sérgio Moro e dos procuradores foram invadidos por hackers. Essa teria sido a origem das mensagens obtidas pelo The Intercept por meio de uma fonte. Juristas se questionam se tais provas podem ser usadas para destacar a parcialidade do julgador e da acusação para anular ações penais ou sentenças proferidas pelos envolvidos.

Luciano precisa da sua ajuda


Desemprego, doenças físicas, emocionais e até espirituais. Tantos são os problemas e desafios que enfrentamos diariamente, que, confesso, às vezes, nos sentimos obrigados a “blindar” nossos corações. Triste, não é? Mas esse tipo de atitude deve ser tomada com cautela, pois não dá para fechar os olhos e não ter empatia com a dor do próximo.

Recentemente, recebemos a carta de Mariluce Brito, moradora da cidade de Itapé, Sul da Bahia. Ela conta a história do irmão, Luciano Brito, paciente renal crônico, que sofre com problemas nos rins desde os 26 anos. Atualmente, ele tem 39 anos.

“Meu irmão é casado e, atualmente, reside na cidade de São Paulo, mas é natural de Itapé. Ele sente muita falta dos familiares que ainda moram aqui. Tem 13 anos que ele mora lá e tem muita saudade e desejo de vir visitar a gente aqui e até passar um período. Porém o médico desaconselha uma viagem de ônibus de lá para cá, por ser muito longa e o meu irmão precisar dialisar de dois em dois dias. Ele tem medo de terminar os dias dele em um hospital, sem poder voltar a ver sua família, sua cidade natal e seus amigos que ficaram aqui, pois já teve dois rins rejeitados em transplantes anteriores aos quais foi submetido”, conta Mariluce.

Luciano, sua mulher Tienne e toda sua família garantem que mantém a fé em Deus e a esperança de conseguirem realizar esse sonho. Será que você amigo leitor ou leitora do Carvalho News pode ajudar essa família a tornar o sonho do  Luciano realidade? Ele precisa de passagens aéreas da cidade de São Paulo (SP) para Ilhéus (BA). “As diálises ele pode fazer aqui em Itabuna (cidade vizinha) sem problemas, temos como conseguir”, garante Mariluce.  O povo brasileiro é conhecido internacionalmente por sua alegria, fé e solidariedade. Vamos ajudar essa família? Se você puder auxiliar de alguma forma, pode entrar em contato com Mariluce através do (73)98859-7330 (telefone e WhatsApp), pelos contatos do Carvalho News. Caso queira fazer uma doação é só realizar qualquer depósito na conta poupança  da irmã do Luciano, que é: Banco do Brasil – Agência 2166-0 conta poupança 28342-8 (Mariluce Carlos Brito). Desde já, o nosso sincero, muito obrigado!